V E S T I B U L A R UNIT
MENU

O cordel como arte de comunicar

Poetas populares se apropriam de situações cotidianas transformando-as em narrativas que se perpetuam ao longo dos anos

às 18h20
Com o objetivo de despertar na academia a paixão e a importância que representa a literatura de cordel para a construção da história, Unit promove uma exposição rica em atividades
Arte popular
Arte popular
Compartilhe:

A Biblioteca Central da Unit realizará na próxima quinta-feira, 28, às 18h30, o vernissage da exposição intitulada “O mundo do cordel para todo mundo”. Trata-se de uma iniciativa do Instituto Tobias Barreto e dela participa a Academia Sergipana de Cordel como instituição parceira.

Em cartaz até o final do mês, a exposição do ITBEC, que tem como objetivo principal resgatar e valorizar a cultura da literatura de cordel, oferecerá aos seus visitantes, sejam acadêmicos da instituição ou alunos de escolas das redes pública e particular de ensino que integram o Projeto Unit Portas Abertas, a oportunidade de conhecer um segmento cultural originário da sabedoria popular. A literatura de cordel é um gênero que se originou em relatos orais e depois se popularizou na forma de impresso em folhetos.

Durante a abertura da exposição, o Coral Vivace apresentará um repertório do cancioneiro popular. Em seguida a palestra com o tema “Tradição do cordel sergipano” movimenta o hall da Biblioteca, onde será montada a exposição. Em seguida, será relançado o livro “História de Sergipe decantada em cordel”, de autoria do popular cordelista Zé Antônio.

Na sexta-feira, 29, das 14 às 18 horas, será realizada uma oficina com o propósito de ensinar aos participantes como fazer cordel. É, portanto, uma excelente oportunidade para aprofundar conhecimentos sobre a técnica e as modalidades da literatura que ao longo dos anos serviu para disseminar informações muitas vezes com maior agilidade do que as próprias edições jornalísticas. Participe! Toda a programação é gratuita.

Compartilhe: