V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Aberto o 2º Congresso de Inovação e Tecnologia em Engenharia da Unit

O congresso contempla uma programação que discute a formação interdisciplinar e novas tendências no ensino da Engenharia

às 18h38
O Pró-Reitor Administrativo e Financeiro, professor Josenito abre solenemente o Conteng
O Pró-Reitor Administrativo e Financeiro, professor Josenito abre solenemente o Conteng
Os professores Cláudio, Elayne Emília e o doutorando Milson dos Santos
O público participa da abertura solene do 2º Conteng
José Ricardo Oliveira, coordenador de Engenharia de Produção fala em nome dos demais coordenadores
José Ricardo de Santana faz palestra
Compartilhe:

A segunda edição do Congresso de Inovação e Tecnologia em Engenharia foi aberta solenemente na noite dessa segunda-feira, 29, no auditório A do bloco G, e reuniu a comunidade acadêmica para uma discussão fomentada pela formação multidisciplinar.

É objetivo principal do evento destacar as inovações tecnológicas utilizadas pelas empresas do ramo das Engenharias. Para os coordenadores dos cursos envolvidos, o congresso também visa estreitar cada vez mais as relações já estabelecidas entre a universidade e as empresas que representam sempre importante nicho de mercado para futuros profissionais.

“Esse é o momento em que nossos alunos da graduação acabam trocando conhecimentos com profissionais da área e com as demais Engenharias. É um momento de descobertas de possibilidades para utilização dos conhecimentos que aqui são adquiridos em outras áreas”, explica a professora Elayne Emília Santos Souza, que acaba de entregar a coordenação dos cursos de Engenharia de Petróleo, Engenharia Ambiental, Engenharia Química e Tecnologia em Petróleo e Gás para assumir a Pró-Reitoria Adjunta de Graduação Presencial da Unit.

Egresso da Engenharia de Petróleo,  Milson dos Santos Barbosa fez sua graduação em de Engenharia de Petróleo, seguiu com o mestrado e continua na Unit como doutorando em Engenharia de Processos. Experiente como monitor durante sua graduação, Milson pactua da opinião da professora Elayne, especialmente em relação ao estímulo que o evento proporciona à interdisciplinaridade. “A missão principal desse evento é o fato de ele ser multidisciplinar, porque permite a união das Engenharias em torno de discussões que são pertinentes”, pondera.

A palestra de abertura do Citeng foi proferida pelo diretor de cooperação institucional do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, José Ricardo de Santana.

“O que pretendo mostrar é o cenário econômico que vislumbramos na área de ciência e tecnologia, os desafios na formação da área de Engenharia e as perspectivas que temos com a utilização dos instrumentos existentes no CNPq”, explica o convidado. Ele salienta que de forma objetiva sua pretensão é mostrar o cenário e falar aos estudantes de graduação e pós sobre as possibilidades existentes no mercado.

O coordenador das Engenharias Elétrica, Mecatrônica e Mecânica, professor Cláudio de Oliveira, acredita que além da relação que se estabelece entre a teoria e a prática, eventos como o Citeng permitem enfatizar outras competências. Ele exemplifica seu pensamento alegando que formulou convites a egressos que já despontam como profissionais de sucesso no mercado para trazer suas experiências para a academia.

A programação do Citeng prossegue até amanhã, dia 31. Confira.

Compartilhe: