V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Citeng dá início à sua programação

Aberto solenemente com visibilidade nacional o Congresso de Inovação e Tecnologia em Engenharia oferece uma programação diversificada.

às 19h39
A conferência de abertura realizada no Terraço da Biblioteca da Unit Farolândia na noite dessa segunda-feira, 6, reuniu cerca de mil pessoas.
A participação efetiva do público
A participação efetiva do público
A composição da mesa redonda com o professor Costa Pinto (sentado), e os conferencistas
A professora Elaine e o presidente do ITP, Diego Menezes
Compartilhe:

A décima edição do evento que congrega estudantes de todas as Engenharias tem, para os organizadores, um sabor especial. O motivo é a percepção do seu crescimento em razão do interesse dos acadêmicos em estreitar relações entre a própria academia e os profissionais que, na condição de convidados, destacam em suas conferências temas relevantes e pertinentes para quem deseja ingressar no mercado de trabalho imbuído pelo diferencial e pela competência.

“Esse evento tem um significado muito importante porque mostra a evolução do trabalho que tem feito as Engenharias, o crescimento tecnológico e mais recentemente a adesão do Mestrado e Doutorado em Engenharia de Processos que trabalha conosco para a consolidação do Cinteng”, salienta a professora Elaine Emília Santos Souza. A docente coordena as Engenharias de Petróleo, Ambiental, Química e o curso Tecnológico de Petróleo e Gás. Ela considera imprescindível para a realização do Citeng o apoio dado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior –  CAPES, fundação vinculada ao Ministério da Educação.

Com a mesa presidida pelo professor Costa Pinto, usou da palavra durante a realização da mesa redonda o professor Gláucio Bezerra. Ele destacou A falta de estímulo à criatividade como fator de combate à geração de incubadoras de empreendimentos. Por sua vez, o professor Thomas Buck falou sobre o futuro da Engenharia sob a ótica da Ciência, Tecnologia e Inovação.

O apoio do Instituto de Tecnologia e Pesquisa – ITP para a realização do Citeng dá maior dimensão ao Congresso em ração da participação dos pesquisadores. A programação que segue até a quinta-feira, 9, contempla 25 palestras e 35 minicursos além da apresentação de trabalhos orais e escritos.

A acadêmica do 7º período de Engenharia Civil Ane Caroline Santos leva em conta a importância do Congresso por ser um momento em que ela sai da sala de aula para vivenciar a experiência de profissionais que já atuam no mercado. “Quando participamos de um evento como esse o palestrante mostra a você como funciona, na prática a nossa ação profissional”.

Acompanhe tudo o que acontece no Citeng. Acesse aqui !

Compartilhe: