V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Inclusão e qualidade de vida

Importante projeto recebe equipamentos que auxiliam na mobilidade de pessoas com deficiência

às 18h34
50 camisas com proteção ultravioleta; 30 pranchas de body board; e 10 cadeiras de rodas anfíbias passam a integrar o projeto Praia para Todos.
A professora Lisane, o acadêmico João Vitor Batista e alguns dos equipamentos doados
A professora Lisane, o acadêmico João Vitor Batista e alguns dos equipamentos doados
Professores e alunos integram o projeto
Compartilhe:

Por Nivaldo Menezes

Com o aporte técnico e profissional a Unit através do curso de Educação Física Bacharelado esteve presente na manhã desse sábado, 17, num dos bares da Praia da Aruanda oportunidade em que a administração municipal fez entrega de equipamentos adaptados para uso exclusivo dos integrantes do Projeto Praia Para Todos.

Criado em junho de 2011 o projeto que atendia inicialmente apenas crianças e adolescentes da APAE com deficiência intelectual passou pela notabilidade e importância a prestar assistência de forma indistinta a 120 pessoas, destas, 100 portadoras de algum tipo de deficiência em idades que variam desde os primeiros anos de vida aos 50 anos.

“A aquisição desses materiais vai garantir que mais pessoas que nos procurem possam receber toda atenção necessária e tenham assim o direito efetivado”, salienta o coordenador do projeto Byron Silva.

A ação da Unit consiste na oferta de estagiários das áreas da Educação e da Saúde. Sob orientação dos seus professores esses acadêmicos desenvolvem ações de estágio específicas à cada área como é o caso dos alunos do Bacharelado em Educação Física.

“Já tive oportunidade de conhecer o projeto acompanhado da professora Lisane e a partir de agora passaremos a desenvolver atividades frequentes durante todos os sábados”, diz ansioso para colocar em prática o aprendizado de sala de aula o acadêmico do 7º período de Educação Física, João Vitor Batista.

“Há cinco anos vimos lutando pela implantação desse projeto desenvolvido pelo abnegado cabo Byron e esse é um momento de muita emoção”, afirma a professora Lisane Teixeira Dantas Menezes.

“Esse é um projeto prioritário já que trabalhamos principalmente com pessoas como deficiência”, diz a professora Kesi Meire Evangelista Martins que acompanha o projeto há dois anos. A docente ressalta que os equipamentos que passam a integrar o projeto promoverão uma significativa melhora na mobilidade dos usuários e facilitarão a ação dos cuidadores.

“É um projeto maravilhoso e com esses equipamentos pretendemos diminuir as barreiras que enfrentam as pessoas com deficiência”, diz o prefeito Edvaldo Nogueira.

O trabalho desenvolvido acadêmicos de Educação Física nesse importante projeto representa apenas uma das ações inerentes à profissão. Clique aqui e conheça um pouco mais sobre o que oferece o mercado para quem escolhe essa área de atuação. Interessado pelo assunto. Então, receba grátis um ebook para ficar ainda mais por dento das vantagens que a graduação do bacharelado em Educação Física oferece. Experimente!

Compartilhe: