V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Novos métodos da preparação neuromuscular

Encontro entre formandos de Bacharelado em Educação Física participam de seminário cujo tema discute o uso de novas tecnologias

às 18h38
O que há de novidade em termo de ciência para o treinamento em academia, clube e até em clínica de reabilitação foi discutido no encontro promovido para acadêmicos de Educação Física
Felipe Nascimento da Conceição  e o professor Estélio Dantas
Felipe Nascimento da Conceição e o professor Estélio Dantas
Os alunos, futuros bacharéis
Compartilhe:

Na manhã do sábado, 10, alunos de Educação Física do bacharelado concentrado estiveram reunidos no auditório do bloco C, oportunidade em que fizeram uma atualização em ciência neuromuscular e discutiram sobre a evolução do mercado.

O curso ofertado pela Universidade Tiradentes em parceria com o Conselho Regional de Educação Física de Sergipe possibilita que os licenciados adquiram o direito de atuar como profissionais da área nas academias.

“É uma forma que temos de motivar cada um a se transformar num agente multiplicador dessas mensagens para que possamos aumentar o número de turmas de alunos interessados no exercício da profissão”, revela o ministrante do curso, professor Estélio Dantas.

O docente ressaltou em sua fala que, nos dias atuais, a Educação Física está muito presente na área da Saúde por meio da reabilitação de cardiopatas, tratamento de câncer, obesidade, etc., e por se tratar de uma área nova, é importante dar conhecimento aos futuros profissionais.

O licenciado Felipe Nascimento da Conceição já atua como personal em academias da capital, e para não perder o direito de continuar no exercício da profissão ele e seus colegas estão concluindo o bacharelado. O curso possui configuração compacta, e por isso mesmo é denominado de compacto.

“Essa é uma oportunidade ímpar porque muitos profissionais tem apenas a licenciatura e estariam impedidos de atuar. Eu já trabalhava nessa mesma situação, e com a conclusão do curso em dezembro, estaremos aptos a continuar exercendo a profissão”, conclui Felipe.

Compartilhe: