V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Semana Luso-hispânica

Evento aconteceu nos dias 23 e 24 e reuniu estudantes do curso de Letras Português/Espanhol

às 11h04
No último dia 23, foi aberta oficialmente a 4ª Semana Luso-Hispânica da Universidade Tiradentes. Com o tema “Tecnologia e Cultura: Possibilidades para ensino de línguas”, o evento reuniu professores, estudantes do curso de letras português-espanhol da Unit e de outras instituições de ensino. Com transmissão para 16 polos de Educação a Distância, a semana também promoveu o I Encontro de Egressos em comemoração aos nove anos do curso.
Coordenadora Professora Elda Rosa e estudantes do Curso Letras Português/Espanhol (Fotos: Marcelo Freitas)
Coordenadora Professora Elda Rosa e estudantes do Curso Letras Português/Espanhol (Fotos: Marcelo Freitas)
Professor Rodrigo Faqueri durante palestra (Fotos: Marcelo Freitas)
Estudantes da Unit e outras instituições de ensino participaram do evento (Fotos Marcelo Freitas)
Coordenadora Elda Rosa durante abertura (Fotos: Marcelo Freitas)
Representantes da Universidade Tiradentes e palestrantes na abertura da Semana Luso-hispânica (Fotos: Marcelo Freitas)
Compartilhe:

“Como trabalhamos com estudo das línguas, temos que atuar de forma integrada. A língua está ligada a cultura, costumes, tradições. Dentro do evento, debatemos um assunto que é muito atual. O professor de hoje não pode trabalhar o ensino sem levar em consideração a tecnologia. O nosso aluno hoje é o estudante que está sempre conectado” afirma a professora Elda Rosa Rodrigues, coordenadora do Curso de Letras Português/Espanhol.

A abertura do evento contou com a apresentação da Academia Sergipana de Balé e com a presença dos palestrantes Professor Rodrigo de Freitas Faqueri, doutorando em Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com a discussão sobre as “Relações interculturais: diálogos entre culturas luso-hispânicas” e a professora Rita de Cássia Ribeiro Queiroz, doutora em filologia e língua portuguesa pela Universidade de São Paulo, com o tema “Terras do sem fim, de Jorge Amado: um diálogo entre literatura, cultura e regionalismo”.

Professor Rodrigo Faqueri ressaltou a importância do papel das tecnologias nas relações interculturais “O que é observado nessas relações, principalmente com a internet, é que esta parte da tecnologia colabora bastante. Um exemplo é o ensino a distância que é transmitido para diversos polos e conseguem chegar a diversas áreas. Então, a tecnologia tem sido fundamental porque ela também é um braço que faz diversas culturas entrarem em contato”, explica.

Ainda segundo a coordenadora, a proposta além de ser comemorativa, serve como um espaço para troca de experiências entre egressos e estudantes. “Tivemos momentos  interessantes neste evento, pois os egressos foram os responsáveis por minicursos trazendo seus depoimentos sobre mercado de trabalho, vivências em sala de aula e outras experiências profissionais”, destaca Elda.

Durante dois dias, palestras, oficinas e minicursos trabalharam, de forma prática, áreas relacionadas à metodologia de ensino, linguística e literatura com o objetivo de propiciar um espaço de debate e discussão no domínio das Letras.

 

 

Compartilhe: