V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Dicas de como economizar para diminuir o impacto das despesas adicionais


às 18h49
Especialista diz que disciplina, organização e antecipação formam o tripé do equilíbrio financeiro e ajuda a diminuir o impacto das despesas
Professor Laudelino acompanha atendimento no NAF
Professor Laudelino acompanha atendimento no NAF
Compartilhe:

Administrar despesas e minimizar o impacto que elas geram na economia doméstica devem ser exercícios rotineiros na vida do cidadão, especialmente quando o ano começa e ele tem pela frente compromissos adicionais.

A cobrança de impostos como IPTU, IPVA (para proprietários de veículos automotores), além das despesas inevitáveis que oneram o orçamento no início de cada ano letivo, a exemplo da compra de material escolar, são obrigatórias e apertam ainda mais o orçamento.

Sem ter como se livrar delas, o indivíduo pode estabelecer critérios que não excluem, mas minimizam o impacto orçamentário. E quem dá a dica para que essa possibilidade represente um alívio no bolso é Laudelino Tanajura.

Profissional da área contábil, docente e coordenador do curso de Ciências Contábeis na Unit, ele estabelece como regras para que possamos honrar nossos compromissos financeiros antecipação, organização e planejamento.

“Se sabemos que no início de cada ano temos cobranças adicionais e o nosso salário é o mesmo, o melhor que temos a fazer é conter a empolgação do consumo no período natalino e reservar uma parte do salário para o pagamento das taxas adicionais”, sugere o docente.

Outra alternativa, segundo sugere Laudelino, é a possibilidade de o cidadão forçar uma poupança, fracionando em 12 parcelas o montante de tudo aquilo que possa incidir como gastos adicionais ao seu orçamento. “Se eu sei que vou pagar mil reais de impostos e posso poupar 100 reais a cada mês, na data prevista para a quitação da dívida eu terei um valor acima do necessário”, explica.

A construção desse tripé capaz de sustentar o orçamento requer muitas vezes orientação de quem lida com a área contábil. E mesmo quem não dispõe de recursos para o suporte profissional pode aprender como desenvolver uma rotina adequada à sua realidade orçamentária buscando informações no Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal.

Vinculado ao curso de Ciências Contábeis da Unit e localizado na Rua Lagarto, no prédio onde funciona a Biblioteca do Campus Centro, o NAF mantém uma equipe especializada de professores e alunos durante toda a semana em horário comercial para orientar e, em muitas ocasiões, organizar a vida financeira de quem precisa desse tipo de apoio.

“Além da orientação dada à população durante o período letivo, a equipe do NAF tira certidões, faz inscrições de MEI e dá todo o suporte necessário a quem deseja empreender”, explica o professor.

O Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal funciona de segunda à sexta, das 8h às 11h45 e das 14 às 17h30, e atende a todos os cidadãos que necessitem de orientação na área.

Compartilhe: