V E S T I B U L A R 2017.2

Planejar, organizar, desenvolver e avaliar processos formativos são experiências valorosas e importantes para a transformação da sociedade. Caso você se identifique com essas funções, o curso de Pedagogia EAD foi feito para você!

Com conceito 5 pelo MEC, o curso de Pedagogia EAD da Unit é reconhecido como um dos melhores do Brasil. Isso é fruto da busca constante na formação não somente de professores, mas de profissionais comprometidos com a missão de levar o conhecimento adiante.

Na Unit você vai encontrar o que há de melhor para uma formação completa, em um curso que mistura teoria e prática, com conteúdo muito mais amplo, permitindo que você tenha capacitação para trabalhar em áreas como a Pedagogia Social, Empresarial e Hospitalar.

Perfil

O perfil do formando do Curso de Pedagogia EAD é de um profissional com capacidade de dominar o campo teórico-prático-investigativo da educação nos processos de ensino e aprendizagens, da gestão educacional, do planejamento e da avaliação das práticas educativas que se realizam nos ambientes escolares e não escolares com a percepção que a educação é um processo contínuo e permanente. Desta forma, é priorizada uma formação de cidadãos profissionais conscientes dos seus direitos e deveres, com visão macro do papel da educação, alicerçados na formação humanista, com capacidade de desenvolver ações de solidariedade, dialogar com profissionais de outras áreas, liderar, organizar, gerenciar e desenvolver práticas de ensino e aprendizagens mobilizando pessoas, sabendo agir em situações diversas, promovendo a participação democrática, pensando e escutando antes de decidir qualquer ação, sabendo avaliar e deixando-se avaliar. Com isso, o egresso com tal perfil se constitui como pessoa capaz de atender a demandas da sociedade contemporânea intervindo de modo consistente e eficaz no processo de ensino-aprendizagem e participando, com responsabilidade e competência, do processo de desenvolvimento local, regional e nacional. Por fim, como eixo central de constituição de seu perfil profissional, empreende-se um processo de formação para que este profissional, acima de tudo, tenha clareza de suas próprias concepções sobre os processos de ensino, aprendizagem e desenvolvimento dos sujeitos, uma vez que a prática educacional, as escolhas pedagógicas, a definição de objetivos e conteúdos de ensino e as formas de avaliação estão intimamente ligadas a essas concepções.

Objetivos

Geral

Formar profissionais da educação, para exercer a gestão escolar, a docência na Educação Infantil, nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e na Educação de Jovens e Adultos, e outras atividades em áreas, modalidades e níveis de ensino nas quais sejam previstos conhecimento pedagógico e relações humanas, com competências para pensar e agir de maneira interdisciplinar, enfrentando eticamente os desafios dos processos educativos escolares e não-escolares produzindo e difundindo conhecimentos culturais, científicos e tecnológicos do campo educacional.

Específicos

  • Desenvolver competências de Planejamento, execução, coordenação e avaliação no educando;
  •  Formar indivíduos capazes de produzirem e difundirem conhecimentos científico-tecnológicos do campo educacional;
  • Promover processos de formação com comprometimento social baseada em princípios éticos visando uma ação profissional que transforme a realidade socioeconômica e cultural;
  •  Capacitar profissionais para atuar com portadores de necessidades especiais, em diferentes níveis da organização escolar, de modo a assegurar seus direitos de cidadania;
  •  Desenvolver nos discentes competências focadas no processo ensino-aprendizagem a fim de colaborar diretamente para a diminuição das taxas de analfabetismo, reprovação e evasão escolar;
  • Promover o conhecimento de metodologias e recursos pedagógicos adequados para as práticas educativas;
  • Possibilitar o conhecimento de diferentes linguagens utilizadas nas sociedades contemporâneas para a compreensão, valorização e entendimento da sua função na produção do conhecimento;
  •  Fomentar a reflexão e o senso crítico nos discentes em relação às práticas da pedagogia consubstanciadas nas disciplinas pedagógicas, a fim de contribuir diretamente na formação de professores;
  • Contribuir para a conscientização do educando quanto ao seu papel político na sociedade, enquanto formador de opiniões e agente direto das transformações e dos novos valores impostos por um mundo cada vez mais culturalmente globalizado;
  • Promover uma formação profissional, articulada com metodologias, habilitando o graduado a prosseguir sua aprendizagem, seja em cursos de pós-graduação ou de capacitação.

Campos de Atuação

Além de atuar na docência em escolas que desenvolvem a Educação Infantil, o Ensino Fundamental (anos iniciais, Jovens e adultos e Educação Inclusiva) e disciplinas pedagógicas e na área de serviços e apoio escolar, o pedagogo pode atuar nas seguintes áreas:

  • Gestão educacional, entendida numa perspectiva democrática, que integre as diversas atuações e funções do trabalho pedagógico e de processos educativos escolares e não-escolares, especialmente no que se refere ao planejamento, à administração, à coordenação, ao acompanhamento, à avaliação de planos e de projetos pedagógicos, análise, formulação, implementação, acompanhamento e avaliação de políticas públicas e institucionais na área de educação;
  •  Produção e difusão do conhecimento científico e tecnológico do campo educacional;
  • Exercício da função de coordenador de escolas da rede pública e particular de ensino, nas diversas modalidades de ensino, inclusive a Educação de Jovens e Adultos;
  • Coordenação pedagógica nas escolas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio;
  • Assessoria pedagógica;
  • Direção e Vice-direção de escolas da rede pública e particular;
  • Direção e Coordenação de Diretorias Regionais e/ou Órgãos Municipais de Educação do sistema público estadual e municipal;
  • Coordenador ou Assessor de planejamento pedagógico em espaços não escolares, para trabalhadores, jovens, crianças e adolescentes em situação de risco social;
  • Técnico de planejamento, formulação, acompanhamento e avaliação de Políticas Educacionais;
  •  Técnico em Centros de Educação Profissional;
  •  Organizador e gestor de espaços educativos escolares e não escolares;
  • Assessor e/ou consultor junto aos meios de comunicação;
  • Integrante do Setor de Recursos Humanos das Empresas;
  •  Assessor de Organizações Não Governamentais (ONGs);
  • Pedagogo responsável pelo planejamento socioeducativo em condomínios residenciais.

Mercado de Trabalho

Educação é a área de maior importância para o desenvolvimento de qualquer país. As tecnologias da informação e comunicação viabilizaram novos espaços de atuação e requisitam novas práticas pedagógicas, o que garante excelentes oportunidades de trabalho ao pedagogo. Além dos espaços já conhecidos, trabalhando em escolas como professor, coordenador, supervisor de ensino ou diretor, novos mercados estão requisitando o trabalho desse profissional. As empresas estão investindo na capacitação das equipes e na formação continuada e os hospitais desenvolvem ações educacionais com crianças e adolescentes enfermos.

Os supercriativos são logo capturados pelas empresas de fabricação de brinquedos pedagógicos ou pelas editoras, para escrever ou revisar materiais educativos. Assessorias e consultorias atuam em diversos segmentos e apresentam uma excelente oportunidade de negócio. Ao estudar na Unit, desde os primeiros semestres já é possível ir acumulando experiências por meio de estágios remunerados, com bolsas entre R$ 300 e R$ 724, ofertados pela própria instituição e empresas conveniadas, através da central de estágio.

Ao concluir a graduação os salários iniciais superam aos R$ 1.500. Ao longo da carreira a média salarial ultrapassa os R$ 7.000. Estudar na Unit é estar à frente do seu tempo e almejar um futuro de muitas conquistas.

Coordenação

Darlene Almada Oliveira Soares

Darlene Almada Oliveira Soares Lattes

Corpo Docente

Docente
Titulação Regime de Trabalho Lattes
Anne Emilie Souza de Almeida Cabral Mestre Parcial link
Auro de Jesus Rodrigues Doutor Integral link
Carla Daniela Kohn Mestre Integral link
Cláudia de Souza Cardoso Meirelles Mestre Integral link
Daniel Neves Pinto Mestre Integral link
Darlene Almada Oliveira Soares Mestre Integral link
Joana D'Arc Costa Mestre Parcial link
Jorge Renato Johann Doutor Integral link
José Carlos Santos Mestre Integral link
Márcio José Fidelis Neri Mestre Integral link
Mariangela Dias Santos Mestre Integral link
Patrícia Batista dos Santos Mestre Integral link
Simone Varela Mestre Integral link

Avaliação

A Unit EAD utiliza um sistema de avaliação padronizado para todos os seus cursos de Licenciatura, Bacharelado e Tecnológico. Dentro do referido sistema, a aferição do rendimento acadêmico do estudante, em cada um dos componentes curriculares, está assim distribuída:

nota peso    descrição
1. Produção de Atividade Significativa (PAS) 2,0 Atividade dividida em até 4 etapas que totalizam 10 pontos
2. Avaliação de Autoaprendizagem (AAA) 1,0 composta por 02 (duas) ou 04 (quatro) Avaliação de Autoaprendizagem, a depender da quantidade de créditos da disciplina, disponibilizada no Ambiente Virtual de Aprendizagem  (AVA). Cada verificação de aprendizagem vale 10,0 pontos e a nota final da AAA é a média aritmética das notas obtidas nas verificações.
3. Prova Presencial (PP) 7,0 Composta por 5 questões objetivas, valendo 1,2 pontos cada, e 2 questões subjetivas, valendo 2,0 pontos cada.

Estas notas e pesos fornecem a média da disciplina dada pela formula:

MF = (PP x 7,0) + (PAS x 2,0) + (AAA x 1,0)
 10

Em síntese, com relação à aferição do rendimento acadêmico, o aluno Unit EAD estará:

Aprovado Quando obtiver Nota Final da Disciplina igual ou superior a 6 (seis)
Reprovado Quando não obtiver o mínimo de 50% de frequência
Quando obtiver Nota Final da Disciplina menor que 6 (seis)

É importante Ressaltar que nas disciplinas Práticas interdisciplinares I, II e III, a nota da prova é substituída pela nota do projeto ou relatório que é solicitado.

Dadas às especificidades das disciplinas de Estágio Supervisionado I, II e III e de Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, a Média Final desses componentes curriculares é constituída de forma diferenciada.

A avaliação dos Estágios Supervisionados I, II e III é constituída pela produção de um Relatório de Estágio – RE, que vale de 0 a 10 com peso 6 na média da disciplina, por uma ficha avaliativa de supervisão de campo – SC, que vale de 0 a 10 com peso 2 na média e por um a ficha de avaliação acadêmica – AA, que vale de 0 a 10 com peso 2 na constituição da média final da disciplina. Serão aprovados os estudantes que obtiveram a média final igual ou superior a 6,0 e obtiver o mínimo de 75% de frequência.

Assim a média final das disciplinas de estágio é obtida pela fórmula:

MF = (RE x 6) + (SC x 2) + (AA x 2)
 10

A avaliação do Trabalho de Conclusão de Curso é constituída pela produção de um artigo científico e uma apresentação desse material no polo. O Artigo Científico – AC é avaliado pelo professor orientador que atribui uma nota de 0 a 10 com peso 7 na constituição da média final. A apresentação do trabalho – AT, é avaliada pelo professor Tutor Presencial do Polo de Apoio Presencial que atribui uma nota de 0 a 10 com peso 3 na constituição da média final da disciplina. Serão aprovados os estudantes que obtiveram a média final igual ou superior a 6,0 e obtiver o mínimo de 75% de frequência.

Assim a média final da disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso é obtida pela fórmula:

MF = (AC x 7) + (AT x 3)
 10

Legenda

MF: Média Final

PP: Prova Presencial

AAA: Avaliação de Autoaprendizagem

PAS: Produção de Atividade Significativa

AC: Artigo científico

AT: Apresentação do Trabalho

RE: Relatório

SC: Supervisão de campo
AA: Avaliação acadêmica