V E S T I B U L A R UNIT

A Engenharia Química é o ramo da engenharia responsável pela transformação na composição, estado físico ou conteúdo energético de matérias primas em uma série de produtos úteis ao ser humano, em outras palavras ele é responsável por transformar matérias-primas, através de processos químicos, em produtos úteis e apropriados para o dia-a-dia, como por exemplo tinta de caneta esferográfica, esmalte de unha, potes plásticos para armazenar alimentos, medicamentos, alimentos e muito mais.

Este profissional desenvolve e supervisiona processos produtivos em indústrias, além de elaborar técnicas de transformação físico-química de matérias-primas, focando na preocupação com as técnicas e processos de extração das matérias-primas, de forma a causar o menor impacto ambiental possível.

Para aprofundar ainda mais os conhecimentos obtidos nas disciplinas, você poderá contar com os programas de iniciação científica e tecnologias sociais desde os primeiros períodos do curso, com o apoio do Instituto de Tecnologia e Pesquisa – ITP e Núcleo de Emulsões e Suspensão Coloidais – NUESC, intercâmbio e monitorias remuneradas ou voluntárias.

Com o corpo docente altamente qualificado (mestres e doutores atuantes na área e na pesquisa) e estrutura curricular voltada para o mercado, o curso abrange conhecimentos que vão da oportunidade para ampla atuação no mercado de trabalho.

Como a atuação para o engenheiro químico é ampla no mercado de trabalho, este profissional está entre os mais requisitados dos engenheiros.  As maiores demandas pelo profissional vêm do setor petrolífero, mas segmentos tradicionais se mantêm estáveis, como a indústria de polímeros e de tintas e vernizes. O setor farmacêutico e de cosméticos, nos quais o profissional é chamado para criar novos produtos é um dos mais aquecidos.

Outro setor é o agroindustrial, onde o engenheiro trabalha com a produção de fertilizantes e defensivos, assim como na indústria de papel e celulose, onde ele pesquisa e desenvolve processos de produção e métodos para tratar os resíduos industriais. Na área ambiental, atua no tratamento de resíduos, no reaproveitamento de matérias-primas e na geração de energia de fontes renováveis.

Estudar na Unit é estar à frente do seu tempo e almejar um futuro de muitas conquistas.

O trabalho de um engenheiro químico está mais presente em nosso dia a dia do que imaginamos. O campo de atuação para o Engenheiro Químico é muito extenso, podendo atuar em vários setores industriais, em razão do grande embasamento técnico-científico acompanhando o processo industrial em todos os níveis e na pesquisa, tais ramos industrias compreendem as Indústrias de Celulose e Papel, Petróleo e Petroquímica, Borracha e Plásticos, Cerâmica, Resinas, Medicamentos, Tratamento de efluentes, Tintas, Corantes e Cosméticos, Biotecnologia, Indústria Alimentícia e Sucroalcooleira, dentre outras.

Informações

Elayne Emilia Santos Souza, Coordenadora do curso de Engenharia de Petróleo, mestre em Engenharia de Processos e Doutoranda em Engenharia de Processos pela Universidade Tiradentes. Coordena os cursos de Engenharia de Petróleo e o curso de Tecnologia em Petróleo e Gás da Universidade Tiradentes. Professora de Refino de Petróleo, Práticas Investigativas I e Seminários Integradores na graduação da UNIT. Desde 2002 atua na área da educação com experiência didático/pedagógicas há 9 anos de docência, 5 anos de atividades de pesquisa com projetos vinculados ao CNPq, Petrobrás e FINEP e 2 anos em industrias de Petróleo.

Corpo docente indisponível