Universidade Tiradentes

PÓS-GRADUAÇÃO
2019.1

Enfermagem Obstétrica

Diferenciais do Curso

  • O curso atende as recomendações da Associação Brasileira de Enfermeiros Obstetras – ABENFO de mínimo de 600hs com 2/3 (400h) em Centros de Assistência Obstétrica para o desenvolvimento de habilidades técnicas no parto normal sem distorcia e recém nascido – RN;
  • Está pautado na RESOLUÇÃO COFEN Nº 0516/2016 que estabelece critérios para registro de títulos de Enfermeiro Obstetra e Obstetriz no âmbito do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem;
  • Comprovada qualificação para a prática obstétrica.
  • Curso de PIC Infantil.
  • Curso de Cateterismo Umbilical.
             

Está esperando o que?Inscreva-se já na Pós-Graduação Unit

Características

  • Carga Horária 620 horas
  • Periodicidade Encontro mensal
  • Horário Quinta-feira: 18h às 22h Sexta-feira: 13h às 17h e das 18h às 22h Sábado: 8h às 12h e das 13h às 17h
  • Local Campus Farolândia
  • Investimento Matrícula R$ 69,90 + 24 parcelas de R$ 680,00, totalizando R$ 16.389,90
  • Benefício 20% de desconto para Egressos Unit, Matrícula R$ 69,90 + 24 parcelas de R$ 544,00, totalizando R$ 13.125,90

Sua empresa é conveniada?Confira se sua empresa é conveniada com a Unit

Informações do Curso

Geral:
  • Habilitar o enfermeiro para assistir de forma integral, humanizada e sistematizada à mulher considerando o perfil epidemiológico, as políticas de saúde, os transtornos e disfunções obstétricas e neonatológicas mais frequentes.
Específicos:
  • Assistir à mulher frente as suas necessidades de saúde reprodutiva, no ciclo gravídico-puerperal e no parto normal sem distorcias;
  • Assegurar o cuidado de enfermagem nas disfunções, urgências e emergências obstétricas e neonatológicas;
  • Ofertar Assistência de Enfermagem Perinatal nos diferentes níveis de atenção à saúde do Sistema Único de Saúde – SUS.
Profissionais graduados em Enfermagem que desejam aprimorar conhecimentos científicos e tecnológicos vistas a desenvolver competências e habilidades necessárias à assistência obstétrica.
Os módulos serão desenvolvidos com uso de metodologias ativas, promoção de conferência ensino-serviço e práticas integradoras em laboratórios e maternidades, como: pré-parto, sala de parto, alojamento conjunto, berçário e UTI neonatal com a participação ativa do aluno no desenvolvimento de habilidades obstétricas essenciais para a assistência e gerência de serviço materno-infantil.
Disciplinas Carga Horária Ementa
Políticas de Saúde da Mulher 20
Estudo que aborda as políticas públicas de saúde da mulher com ênfase na gestação, parto e nascimento como impacto da redução da mortalidade materna e neonatal, humanização da assistência e rede cegonha. Aspectos biopsicossociais, éticos e legais no exercício profissional do enfermeiro obstetra. Coerção sexual e vulnerabilidade. Políticas públicas de enfrentamento a violência sexual de gênero. Programa de Assistência às Mulheres Vítimas de Violência Sexual. Protocolo da Assistência de Enfermagem. Procedimentos indicados no atendimento de urgência a mulheres vítima de estupro. Aspectos a serem considerados pelo enfermeiro forense.
 
Fisiopatologia Obstétrica 20
Estudo da gametogênese, fecundação, desenvolvimento embrionário e fetal, trocas materno-ovulares, função das estruturas e substâncias relevantes para o desenvolvimento do embrião e feto. Fertilização, Teratogênese e Aborto. Alterações fisiológicas na gestação. Normalidades e presença de distorcia nos três estágios do parto. Processo mecânico normal e progressão clínica do trabalho de parto: trabalho de parto prolongado ou retido, parto precipitado, contração tetânica, anel de retração, ruptura uterina, apresentação com posição e desenvolvimento anormais do feto, prolapso do cordão umbilical, distorcia causada por estreitamento pélvico, indução e estimulo do trabalho de parto, anomalias por apagamento e dilatação cervical, falta de descida do feto, ação anormal dos músculos uterinos, apresentação e posições fetais incomuns e retrações pélvicas, dentre outras menos frequentes. Terminologia obstétrica. Sistema emocional e psicológico.
 
Diagnóstico Laboratorial e de Imagem 20
Estudo e análise das tecnologias de imagem e laboratoriais para interpretação de exames no pré-natal e diagnóstico em obstetrícia e neonatologia. Correlação de achados clínicos e condutas adequadas a serem adotadas pela enfermagem.
 
Enfermagem em Perinatologia 20
Estudo da assistência de enfermagem à mulher durante a gestação de baixo e alto risco, envolvendo as necessidades de saúde na pre concepção, pré-natal, classificação de risco, consulta de enfermagem, diagnóstico de enfermagem e sistematização da assistência de enfermagem – SAE. Avaliação fisiológica materno-fetal. Cuidados pré-natais considerando os fatores sociais, econômicos, culturais, biológicos e familiares, complicações obstétricas ou resultantes de condições pré-existentes.
 
Avaliação Clínica de Enfermagem Obstétrica 20
Estudo da avaliação clínica obstétrica na prática da enfermagem perinatal. O processo de trabalho de parto e suas variáveis, multiplicidade de fatores e aplicação de estratégias para o manejo da dor. Aspectos referentes à anatomia, trabalho de parto, mecanismo de trabalho de parto. Aborto: desafios, conflitos e significados. Pesquisa Nacional de Aborto (PNA). Fatores de risco para o aborto natural e induzido. Cuidados de Enfermagem frente ao aborto legal, espontâneo e provocado. Complicações do aborto provocado. Procedimentos e técnicas em enfermagem obstétrica. Atos normativos da profissão, preceitos éticos frente aos princípios do Sistema Único de Saúde. Sistematização da assistência de enfermagem – SAE. Cuidado humanizado no trabalho de parto normal.
 
SAE Obstétrica e Neonatológica 20
Estudo da Sistematização da Assistência de Enfermagem - SAE centrada na integralidade do cuidado à gestante e recém-nascido. Cuidado de enfermagem a partir do raciocínio: crítico, clínico e investigativo, pautados nos preceitos éticos que norteiam a profissão Enfermagem. Coleta de dados, procedimentos e técnicas para elaboração dos diagnósticos, planejamento, implementação, avaliação, cuidar/cuidado e consulta de enfermagem em obstetrícia.
 
Dor Analgesia no Parto 20
Aspectos referentes à anatomia do trabalho de parto, mecanismo de trabalho de parto, suas variáveis e o tratamento da dor durante o trabalho de parto, considerando a multiplicidade de fatores que contribuem para esta, de forma individualizada, e aplicação de estratégias para o manejo da dor. Assistência de enfermagem humanizada no trabalho de parto normal.
 
Urgências e Emergências Obstétricas 20
Estudo e aplicação da metodologia da assistência de enfermagem em pacientes com intercorrências obstétricas de urgência. Conceitos, fatores comuns em situações de emergência, aspectos epidemiológicos das principais intercorrências súbitas, estatísticas demográficas de mortalidade e morbidade materno-infantil.
 
Gerenciamento de Enfermagem em Unidade Obstétrica e Neonatológica 20
Modelos Administrativos e organizacionais dos Serviços de Enfermagem em unidade obstétrica e neonatal. Prevenção e/ou eliminação de riscos inerentes às atividades de trabalho em saúde. NR 32. Identificação de níveis de riscos ambientais em unidades obstétricas e serviços de neonatologia. Gerenciamento de Riscos em Saúde.
Atenção ao RN Crítico e Alojamento Conjunto 20
Estudo dos aspectos fisiológicos e patológicos do neonato, má formações congênitas. Nascimento: traumatismo do parto e cuidados com o R.N. normal e patológico em sala de parto, semiologia do RN (exame físico). Classificação do recém-nascido a termo e pré-termo. Cuidados de enfermagem ao recém-nascido no Centro Obstétrico.
 
 Boas Práticas Obstétricas 20
Boas práticas na assistência da enfermagem obstétrica, subsidiadas por evidencias científicas, que proporcionam a promoção e proteção da fisiologia no desenvolvimento gestacional, trabalho de parto, parto e puerpério. Enfatizam-se mudanças na prática clínica, considerando a tomada de decisão informada e conjunta com a mulher, o que possibilita um experiência positiva para o binômio e família.
 
Estágio Curricular em Obstetrícia e Neonatologia 400
Aplicação teórico-prática de conduta e procedimento em enfermagem obstétrica, vistas ao desenvolvimento de competências e habilidades na assistência a gestante de baixo e alto risco, parto, puerpério, ao recém-nascido, urgências e emergências obstétricas e complicações mais comuns. Sistematização da assistência de enfermagem – SAE, trabalho em equipe multidisciplinar. Políticas públicas de saúde da mulher: Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento – PHPN e Rede Cegonha.
 
Orientação dirigida de Trabalho de Conclusão de Curso -
O trabalho de conclusão do curso consiste na elaboração de Artigo cientifico utilizando diretrizes metodológicas como: revisão bibliográfica, sistemática, integrativa, metanálise ou de campo na área de assistência e gerencia de serviços obstétricos e neonatológicos.
 
Total: 620
Coordenação
Maria Pureza Ramos de Santa Rosa
E-mail:maria_pureza@unit.br
Telefone: (79) 3218-2136 / 98847-3360
Graduada em Enfermagem pela Universidade Católica do Salvador, Especialista em Saúde Pública com Habilitação Sanitarista pela ENSP/FIOCRUZ, Formação Pedagógica para Profissionais de Saúde: Enfermagem - ENSP/FIOCRUZ, Mestrado em Saúde e Ambiente - UNIT/SE. Docente da Universidade Estadual de Santa Cruz -UESC/ BA, Universidade Federal de Sergipe - UFS, Universidade Tiradentes- UNIT/SE (2003/atual). Coordenadora do curso de Graduação e Pós Graduação em Enfermagem da UNIT (2005/atual). Experiência em Tecnologias Educacionais e Gestão na área de Enfermagem, com ênfase em Saúde Coletiva e Saúde da Mulher.
Lattes: http://lattes.cnpq.br/1047617787126632
 
Universidade Tiradentes
0800 729 2100 (ligação de telefone fixo)
79 3218-2141 / 98115-0490