Universidade Tiradentes

PÓS-GRADUAÇÃO
2019

Nutrologia Médica

Diferenciais do Curso

Primeiro curso de Nutrologia Médica reconhecido pelo MEC e composto por um corpo docente formado por professores e pesquisadores, com Mestrado, Doutorado e Pós – Doutorado, com referência e prática reconhecidos nacional e internacionalmente. Este curso abrange as mais diversas áreas da especialidade sendo composta por Médicos Nutrólogos, Especialista em alimentação enteral e parenteral, Gastroenterologistas, Preparadores físicos, Personal trainer, Engenheiros de Alimentos e Nutricionistas que reportaram aos participantes fatos reais e éticos desta especialidade médica. Os médicos participantes receberão certificação em Nutrologia Médica reconhecido pelo MEC.

Está esperando o que?Inscreva-se já na Pós-Graduação Unit

Características

  • Carga Horária 424h
  • Periodicidade Mensal
  • Horário • 24 módulos: Sábado 8h às 18h e Domingo 8h às 14h • Dos 24 módulos, 10 incluirão ambulatório: Sexta 18h às 22h
  • Local Universidade Tiradentes – Campus Aracaju Farolândia
  • Investimento Matrícula R$1.440,00 + 23 parcelas de R$1.800,00, totalizando R$42.840,00
  • Benefício 20% de desconto para Egressos Unit: Matrícula de R$ 1.440,00 + 23 parcelas de R$ 1.440,00, totalizando R$ 34.560,00

Sua empresa é conveniada?Confira se sua empresa é conveniada com a Unit

Informações do Curso

Geral: Capacitar médicos nesta especialidade, sabendo identificar e tratar a desnutrição, fornecendo suporte nutricional adequado para cada paciente ajustando-se a modalidade terapêutica quer seja via oral, via enteral e via parenteral, dependendo da sua patologia de base.   Específicos:  
  • Capacitar o profissional para orientar pacientes que praticam exercícios e atletas de alto rendimento, dando suporte médico ao apoio multidisciplinar;
  • Proporcionar a realização a terapia de pacientes com erros inatos do metabolismo;
  • Desenvolver conhecimento para encaminhamento de pacientes com indicação cirúrgica portadores da síndrome metabólica e as alternativas existentes na atualidade;
Conhecer os métodos de elaboração nas terapias de pacientes com síndrome metabólica utilizando diversas alternativas como a terapia medicamentosa tradicional e fitoterápica, dietética e cirúrgica.
Médicos graduados de qualquer especialidade.
Disciplina normativa definida com o estudo sistemático e lógico dos princípios que dirigem a pesquisa científica, desde suposições básicas até técnicas de indagação. Aulas presenciais teóricas e práticas com programação seguindo cronograma e atendimento ambulatorial, conteúdo programático de 24 módulos,de 16 horas, sábado e domingo e 10 módulos com atendimento ambulatorial na sexta, realizados em um final de semana de cada mês.
DISCIPLINAS CARGA HORÁRIA EMENTA
Nutrologia Médica: fundamentos, definições e nutroterapia 16 Definições e conceitos da Nutrologia Médica, erros inatos do metabolismo definição e terapia; noções de elaboração de Plano Alimentar, macronutrientes, micronutrientes, definições e conceituações, capacitação dos participantes para o tratamento dos diversos tipos de obesidade, elaboração de plano alimentar pessoal
Antropometria, Plicômetro e Bioimpedância, como parâmetro para controle de tratamento ambulatorial. 16 Buscar compreender a estrutura e a funcionalidade básica do metabolismo energético e da termodinâmica, no sentido de aplicar este conhecimento na prática da atividade física e acompanhamento evolutivo do tratamento anbulatorial e de atividades físicas incorporadas com mensurações com objetivo de registrar a evolução do paciente ou atleta.
Composição de alimentos 16 Raízes, tubérculos, cereais, açúcares, frutas e verduras, carnes e ovos, feijões e oleaginosas, óleos e gorduras: composição nutricional, papel sobre a saúde e/ou relação com doenças; biodisponibilidade de micronutrientes e bioativos em diferentes matrizes alimentares. Fibras alimentares. Acrilamida nos alimentos. Nitratos de origem vegetal e animal.
Anabolizantes e hormônios bioidenticos 16 Com o aumento da expectativa de vida do brasileiro e o crescimento do número de idosos no país, cada vez mais médicos e especialistas se deparam com questões relacionadas às terapias contra o envelhecimento. Dessa forma, uma delas é a reposição hormonal. Os chamados Hormônios Bioidênticos, substâncias hormonais que possuem exatamente a mesma estrutura química e molecular encontrada nos hormônios produzidos no corpo humano. A nomenclatura, no entanto, está sendo utilizada, indevidamente, apenas para os hormônios manipulados, como se fossem novas opções de tratamento quando, na verdade, há muito tempo hormônios bioidênticos são produzidos em indústrias farmacêuticas e estão disponíveis nas farmácias. Também o uso abusivo e incorreto da utilização de anabolizantes. Os anabolizantes são hormônios sintéticos comumente utilizados para aumento no tamanho dos músculos, força física e resistência. Seu uso indiscriminado acarreta sérias consequências.
Nutrição aplicada ao esporte 16 Abordar de forma teórico os conhecimento de bioquímica, metabolismo e nutrição aplicados ao esporte, necessários para que o médico participante, possa aumentar seu conhecimento e indicar profissionais capacitados a elaborar planos e estratégias dietéticas para a população com a finalidade de promover a saúde.
Terapia nutricional no paciente hospitalizado 16 Terapia nutricional no paciente hospitalizado, da internação à alta. Classificação de risco nutricional, avaliação nutrológica, cálculo das necessidades calóricas e proteicas no paciente hospitalizado desnutrido, eutrófico e obeso. Conceituação sobre terapia nutricional enteral e parenteral. Legislação. Composição das fórmulas enterais. Uso de suplementos. Dieta enteral domiciliar.
Alimentos Funcionais na Clínica Médica 16 Ação dos alimentos funcionais na prevenção de doenças crônico degenerativas, na prevenção das mais diversas patologias, qualidade de vida e apoio atlético. Alimentos funcionais e princípios bioativos que atuam na prevenção de doenças crônico degenerativas.
Bioquímica dos Alimentos 16 Bioquímica dos alimentos - água nos alimentos. Dispersão e Reologia. Bioquímica dos alimentos (Bioquímica de carne, bioquímica de leite, bioquímica de ovos, bioquímica de frutas e hortaliças). Reações de interesse em carboidratos, lipídios e proteínas. Aditivos. Toxicologia de Alimentos.
Adaptações Fisiológicas ao Treinamento Físico 16 Adaptações Fisiológicas ao Treinamento Físico e abordará assuntos como o controle das variáveis de treinamento de intensidade, volume, densidade, velocidade de execução, ações musculares, instabilidade, amplitude de movimento, ordem dos exercícios, carga interna e carga externa, além das variáveis de capacidades físicas como resistência, força, potência e flexibilidade.
Nutrição, Estresse Oxidativo, Sistema Imune e Dislipidemias 16 Estresse Oxidativo, Sistema Imune, Resposta Inflamatória, Dislipidemias e Nutrição
Nutrição na Gestação, lactação, infância e adolescência 16 Alimentação no primeiro ano de vida. Alimentação Complementar. Guia alimentar para crianças e adolescentes. Recomendações e necessidades nutricionais. Avaliação Nutricional na infância e adolescência. Hábitos alimentares da infância a adolescência.
Terapia nutricional no paciente grave 16 Terapia nutricional no doente crítico. Tipos de terapia nutricional indicados para paciente crítico, paciente cirúrgico e paciente crônico. Prescrição e modulação de dietas enterais nas diferentes patologias. Conceituação e direcionamento do suporte nutricional na sepse, disfunção gastrointestinal e sarcopenia. Aspectos éticos e legais no cuidado nutricional do paciente em cuidado paliativo.
Alimentação enteral e parenteral em pacientes críticos 16 Identificar a prevalência das doenças do aparelho digestório; Compreender a fisiopatologia; Conhecer a evolução e as repercussões sobre o estado nutricional; Definir o tratamento nutricional através da terapia nutricional oral, enteral e parenteral.
Infectologia e DTA – Doenças Transmitidas por Alimentos 16 Abordar temas em relação ao fornecimento de alimentos inócuos à saúde humana ofertados à população é grande. No atual cenário do mundo globalizado, em que produtos e pessoas circulam por diversos países continuamente, podendo disseminar doenças, além da existência de grupos populacionais mais vulneráveis, evidenciam a necessidade do estudo e conhecimento das doenças transmitidas por alimentos (DTA) para um correto controle desses perigos. No modulo serão abordadas as principais doenças veiculadas por alimentos, de origem bacteriana, fúngica, viral e parasitária, as quais podem ser veiculadas principalmente pelos produtos de origem animal (leite e seus derivados, carnes e derivados, mel, ovos e pescado).
Interpretação de Exames Laboratoriais Aplicados ao esporte 16 Conhecer e interpretar os principais exames laboratoriais com o objetivo de tornar mais eficiente e segura a prescrição, supervisão e acompanhamento dos programas de acompanhamento médico e nutricional de atletas e praticantes de atividade física.
Tratamentos Cirúrgicos da Obesidade 16 Capacitar os profissionais participantes nas orientações a diversas opções cirúrgicas para o tratamento das obesidades. Os métodos cirúrgicos para tratar da obesidade são, na verdade, muito radicais e só podem e devem ser usados em situações extremas. A cirurgia da obesidade só se aplica aos casos extremos e graves em que o excesso de peso causa sérios danos à saúde e implica risco de morte. Só nesses casos cabe fazer uma interferência tão radical sobre o aparelho digestivo, que o torne menos capaz de receber alimentos e de oferecer energia ao organismo.
Nutrição na Terceira Idade 16 Senescência e as mudanças fisiológicas presentes; Conceituar sarcopenia, dinapenia suas consequências e manuseio; Ferramentas utilizadas na triagem e avaliação nutricional de idosos; Necessidades de macro e micronutrientes e o que muda nos exames laboratoriais nesta faixa etária; Osteoporose, desnutrição, constipação dos idosos terapias indicadas; Reposição hormonal deve ser feita e como fazê-la; Complicações dos idosos hospitalizados como a disfagia, úlceras por pressão e como tratá-las; Cuidados nutricionais nas principais demências e indicação de terapia nutricional enteral; Cuidados com o idoso crítico; Qualidade de vida na terceira idade e como aumentar a longevidade; Quais alimentos indicar e utilizar e como cozinhar para os idosos.
Nutrigenômica e Nutrigenética 16 Constituintes da dieta que podem afetar a expressão gênica ou a estrutura do gene. Diversidade genética da população humana. Métodos em genômica nutricional: sequenciamento, genotipagem, expressão gênica. Genética e epidemiologia molecular. Nutrigenômica, Nutrigenética, Epigenética, Proteômica, Lipidômica, Metabolômica, Transcriptômica, Mineralômica. Genética Vs determinismo nutricional, cultural e individual. Métodos de nutrição personalizada destinada aos casos de má nutrição. Implicações éticas, legais e sociais da nutrigenômica.
Estresse oxidativo e Alimentos fonte de compostos bioativos 16 Estresse oxidativo: entender o que são radicais livres e espécies reativas de oxigênio, as defesas antioxidantes enzimáticas e não enzimáticas e mecanismos de ação de vitaminas, minerais e fitoquímicos. Discutir suplementação de antioxidantes e fitoquímicos no esporte. Compostos bioativos dos alimentos: principais alimentos fonte de compostos bioativos: alimentos com ação antioxidante e anti-inflamatória, principais mecanismos de ação e utilização na clínica.
Alimentos Funcionais, Tecnologia de alimentos, Bioquímica e Atualidades 16 Ciência e Tecnologia de Alimentos com ênfase em Ciência de Alimentos e os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, estudo dos alimentos funcionais, potencial funcional das frutas do cerrado, obtenção de aromas através da atuação de lipases e microorganismos, aplicação da biotecnologia na obtenção de novos ingredientes de alimentos, produção microbiana de biossurfactantes, ésteres de aroma, biotransformação de terpenos e estudo de prebióticos em frutas tropicais e atualizações na área.
Alimentação Ambulatorial e Gastronomia funcional 16 Estruturação da distribuição de macronutrientes de forma individualizada. Elaboração de cardápio com base na estratégia adequada . Bases da gastronomia funciona. Conceitos teóricos a respeito do uso dos principais componentes da gastronomia funcional e suas aplicações em receitas preparadas obedecendo os princípios da gastronomia e da nutrição.
Bioenergética aplicada à atividade física e ao esporte: do sujeito fisicamente ativo ao atleta 16 Buscar compreender a estrutura e a funcionalidade básica do metabolismo energético e da termodinâmica, no sentido de aplicar este conhecimento na prática da atividade física e dos esportes, pelos diferentes tipos de sujeitos, desde os iniciantes até os atletas de alto nível. Aplicar, a partir da discussão fragmentada celular e tecidual, o raciocínio integrado (cross-talk) entre os diferentes ambientes orgânicos durante a prática da atividade física e os mais diversos esportes.
Dietética Intensiva na Nutrologia 16 Capacitação dos profissionais participantes no trabalho de dietética intensiva, utilizado em SPAs e em ambulatório médico. Visando adequação de peso de forma harmônica e temporal até que se obtenha o êxito.
  Nutrição e Alimentação Humana   16 Conceitos básicos em alimentação e nutrição. Digestão, absorção, metabolismo celular e qualidade nutricional dos nutrientes e substâncias bioativas. O papel da microbiota intestinal. Principais doenças associadas. Consumo de carboidratos x índice glicêmico, proteínas e esporte, consumo de lipídeos e o processo inflamatório. Compostos bioativos e saúde (fibras alimentares, prebióticos, probióticos, antioxidantes, fatores antinutricionais). Recomendações e necessidades nutricionais em função do estágio de vida. Desequilíbrios nutricionais resultantes da ingestão não-criteriosa de alimentos. Alterações desejáveis e indesejáveis de nutrientes durante o processamento e armazenamento. Avaliação nutricional de alimentos por métodos químicos, bioquímicos e biológicos. Produtos para fins especiais. Substâncias bioativas e alimentos funcionais.
Pratica Ambulatorial 40 Prática de atendimento ambulatorial, realizado na Unit, com pacientes carentes e funcionários da faculdade (voluntariado). Será iniciado após o terceiro módulo.
Trabalho de Conclusão de Curso --- O Trabalho de Conclusão de Curso consiste na elaboração individual de um artigo científico, orientado por um professor interno ou externo ao curso.
TOTAL 424  
Coordenação
Prof. Dr.Edson Credidio Médico Nutrólogo, Clínico Geral, Angiologista e Cirurgião Vascular, Doutor em Ciências de Alimentos pela Unicamp, Pesquisador da Unicamp em Alimentos Funcionais, Pós – Doutorado em Alimentos Bioativos pela Unicamp, Perito Judicial em Análise de Alimentos, Título de Especialista em Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos – Unicamp, Membro Titular da International Colleges for the Advancement of Nutrition - USA , Membro Titular do American College of Nutrition – USA, Membro Titular da Academia  Latino – Americana de Nutrologia, Autor com dezoito livros publicados.
 
Lattes: http://lattes.cnpq.br/1935179470941442  
Corpo Docente
Nome Titulação IES
Alessandra Zanin Zambom de Souza Currículo Lattes:http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4086108J7 Mestre Unicamp
Ana Claudia Poletto Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2686200893840624 Doutor USP
Claudio Lima Barbosa Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8205874259984935 Mestre Famerp
Daniela Fojo Seixas Chaves Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0045303098218078 Doutor UFPR
Edson Velardi Credidio Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1935179470941442 Doutor Unicamp
Elisa de Almeida Jackix Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8200024758251860 Doutor Unicamp
Fernanda Lorenzi Lazarim Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5392511901591304 Doutor Unicamp

Fernando Oliveira Catanho da Silva

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3974068518735323
Doutor Unicamp
Glaucia Figueiredo Braggion Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8237732692820892 Doutor USJT
Lázaro Alessandro Soares Nunes Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4420018002719057 Doutor Unicamp
Mário Roberto Maróstica Junior Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1687867777815752 Doutor Unicamp
Mirtes Stancanelli Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6208523686923699 Mestre Unicamp
Raquel Gonçalves Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7062945228284926 Mestre UNIFESP
Sônia Valéria Pinheiro Malheiros Marques Fernandes Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9490407549883408 Doutor Unicamp
Thiago Fernando Lourenço Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0817551057304402 Doutor Unicamp
Wanderley Dias da Silveira Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4009453710210129 Doutor USP
Antônio Roberto Teixeira Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4507271437502511 Doutor Unicamp
Glaucia Maria Pastore Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7046490024884075 Doutor Unicamp
Heriberto Alves dos Anjos Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2503055694303582 Mestre UFS
     
Universidade Tiradentes
0800 729 2100 (ligação de telefone fixo)
79 3218-2141 / 98115-0490