V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit discute acessibilidade como direito do cidadão

O tema mobiliza uma extensa programação de sensibilização e mobilização da sociedade aracajuana para a promoção da acessibilidade

às 17h25
O professor Francisco Branco fala sobre a Relação FIscal
O professor Francisco Branco fala sobre a Relação FIscal
Alunos participam da discussão
Professora Luciana, coordenadora do Programa Conduta Consciente
Compartilhe:

Como parte da programação do Projeto Aracaju Acessível acontece na noite desta quarta-feira, 23, no Auditório Padre Melo, campus Aracaju Farolândia, duas palestras com temas específicos proferidas pelo vereador Luca Aribé, idealizador do projeto, e o professor do curso de Direito da instituição, Francisco Branco.

Ao discorrer sobre a Relação Fiscal voltada para as isenções concedidas a pessoas portadoras de necessidades especiais (sob a ótica do Direito Fiscal), o docente da Universidade Tiradentes conduziu sua fala relacionando a viabilidade da concessão entre cidadania e acessibilidade.

“A instrução surge como uma necessidade imperial para que as pessoas com deficiência conheçam de fato os seus direitos. A partir daí é necessário procurar um profissional especializado que vai auxiliar na conquista dos direitos legalmente estabelecidos”, salienta o palestrante.

O idealizador do projeto, vereador Lucas Aribé, destaca as palestras como pontos importantes de toda a programação, que aponta o trabalho como instrumento de transformação social.

“Precisamos fortalecer o debate e discutir o direito das pessoas com deficiência estando sempre atentos ao papel da mídia que, ao representar uma importante fonte de informação imbuída pela responsabilidade social, não pode carregar consigo preconceitos e discriminações”, alerta o vereador ao colocar o papel da imprensa como um dos temas evidenciados.

“Vivemos uma fase nova no País, que revela cada vez mais a procura de pessoas com deficiência por uma melhor qualidade de vida através do direito à saúde, segurança, lazer e educação. Esse é um momento de muito debate sobre acessibilidade e inclusão social e é isso que estamos fazendo”, complementa Lucas Aribé.

Para a coordenadora do Projeto Conduta Consciente da Unit, professora Luciana Rodrigues, a soma de esforços para a execução do Projeto Aracaju Acessível é muito importante. “É um projeto que trata de questões de inclusão e acessibilidade das pessoas com deficiência, encabeçado pelo vereador Lucas Aribé, nosso egresso. Prontamente atendemos”, afirma a professora.

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: