V E S T I B U L A R UNIT
MENU

2º Simpósio da Liga Acadêmica de Psicanálise Tiradentes aborda Freud

O evento foi organizado por Ligas Acadêmicas e grupos de extensão acadêmica debatendo a obra “Além do princípio do prazer”, de Sigmund Freud

às 00h57
Profa Nanci Mitsumori
Profa Nanci Mitsumori
estudante de Psicologia e presidente da Liga Acadêmica de Psicanálise Tiradentes, Alef Lemos
Professor doutor Eric Plaisance
Compartilhe:

Por Raquel Passos e Quésia Cerqueira

O 2º Simpósio da Liga Acadêmica de Psicanálise Tiradentes – LIPT – e o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Ensino e Prática de Enfermagem da Universidade Tiradentes – Unit aconteceu nos últimos dias 11 e 12. Na programação, discussões sobre a obra “Além do princípio do prazer”, do centenário Sigmund Freud. A relação do homem e sua sexualidade; os desejos acerca dos conflitos, das escolhas e inibições do inconsciente; a pulsão de morte e como a civilização dirige a agressividade contra o sujeito foram temas debatidos.

Para a coordenadora do curso de Psicologia da Unit, professora Angélica Piovesan, a iniciativa de organizar o simpósio gera maior engajamento dos alunos. “O diferencial desse projeto é que ajuda na aquisição de conhecimento e networking para os estudantes. Buscamos os profissionais de acordo com o interesse deles. E conseguiram montar uma mesa com especialistas renomados sem custo algum, disponibilizando o acesso de graça”, pontua.

A orientadora da LIPT e do Núcleo de Pesquisa e Psicanálise em Educação, professora Nanci Mitsumori, abordou uma análise sobre as manifestações do desejo inconsciente e os conflitos que eles trazem. “Um sujeito em conflito entre o príncipio do prazer e o princípio de realidade; entre as pulsões da sexualidade e as pulsões de autopreservação, a busca pelo prazer e as restrições que a realidade traz”, coloca.

Para o estudante de Psicologia e presidente da LIPT, Alef Lemos, a oportunidade que a coordenação do curso proporcionou aos alunos de realizarem o evento foi significativa. “Agradeço aos meus colegas envolvidos na organização do simpósio. Meu muito obrigada. Esse evento está recheado de pessoas consolidados na prática de psicanálise.” 

Pulsão de morte

A roda de debate ainda contou com a participação do professor doutor Eric Plaisance que falou sobre morte e política na sociedade contemporânea. “O extremismo está em todas as pontas. A agressividade e todos os outros sentidos estão em todos, pois, em Psicanálise, estamos todos no mesmo barco, independente de posição política ou religiosa. Hoje a política está baseada na necropolítica. É triste, mas é verdade”, explica.

Os efeitos da pulsão de morte e como a civilização dirige a agressividade contra o sujeito foram trabalhadas entre os participantes, bem como a crueldade do ato sobrepõe o julgamento da sociedade lançando sobre ele.

Para assistir na íntegra, o evento está disponível neste link no canal da Unit no Youtube.

Compartilhe: