V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Alceu Valença lança novo trabalho inspirado no sertão pernambucano

Novo projeto com canções em voz e violão de Alceu Valença traz o sertão pernambucano enraizado em “Senhora Estrada”

às 15h02
Novo trabalho do cantor Alceu Valença mergulha na sonoridade das memórias de sua cidade natal, no sertão de Pernambuco (Yane Valença/Divulgação)
Novo trabalho do cantor Alceu Valença mergulha na sonoridade das memórias de sua cidade natal, no sertão de Pernambuco (Yane Valença/Divulgação)
Compartilhe:

Fechando uma trilogia de álbuns lançados nesse ano, “Senhora Estrada” traz um resgate do sertão pernambucano em voz e violão por Alceu Valença. O formato inédito na longa carreira do cantor, músico e compositor, foi um grande presente para o público produzido durante o isolamento social.

A delicadeza do trabalho, traz as memórias vivenciadas pelo artista durante o período em que viveu na cidade de São Bento do Una (PE), no sertão pernambucano, sua terra natal. Nas composições, as lembranças da vivência cercada de sonoridade dos cantadores, aboiadores do mato, violeiros e sanfoneiros.

Como parte deste baú de memórias, além das canções autorais, “Senhora Estrada” traz também duas músicas de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, uma das referências musicais de Alceu Valença. As canções escolhidas foram “Pau-de-arara” e “Numa sala de reboco”.

Entre os hits que ganharam nova roupagem com voz e violão, estão o xote “Flor de Tangerina” (2002), “Vai Chover” (1999) e “Coração Bobo” (1980), um dos primeiros grandes sucessos de sua carreira. 

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: