V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Aluna de Serviço Social da Unit EAD em Propriá é exemplo de força e superação

Izabel Cristina é deficiente visual, mas sua condição nunca a impediu de ir atrás dos seus objetivos e realizar uma graduação EAD

às 19h23
Aluna de Serviço Social em Propriá, Izabel Cristina
Aluna de Serviço Social em Propriá, Izabel Cristina
Compartilhe:

Quando se fala em tecnologia e educação como aliadas, é comum que o primeiro pensamento seja a Educação a Distância (EAD), afinal, a modalidade surgiu para garantir uma maior acessibilidade, por meio dos dispositivos digitais, ao ensino. A promoção da inclusão social para pessoas com deficiência é um dos objetivos do EAD, permitindo que instituições ofereçam uma educação inclusiva e proporcionando aos alunos a vivência acadêmica de uma forma democrática.  

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui 45 milhões de pessoas com deficiência, onde muitos sofrem com dificuldades de inserção no mercado de trabalho ou não conseguem ingressar no ensino superior pela falta de acessibilidade. Felizmente, esse não foi um empecilho para a estudante de Serviço Social da Universidade Tiradentes (Unit) EAD, Izabel Cristina Santos de Oliveira, de realizar uma graduação. 

Natural de Brejo Grande (SE), Izabel tem 26 anos e é deficiente visual. A sua característica, no entanto, não a impossibilitou de ir atrás dos seus objetivos profissionais, que estão intrinsecamente ligados ao que ela acredita. A escolha pela graduação em Serviço Social não foi à toa. “A opção do curso foi por busca de melhorias para os mais vulneráveis”, conta.

Izabel ingressou no curso oferecido pela Unit EAD no polo de Propriá, comparecendo presencialmente apenas para realizar as avaliações semestrais das disciplinas, sempre acompanhada pela irmã ou amiga. Já que tudo acontece de forma on-line, também devido à praticidade e acessibilidade do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), plataforma de estudos da Unit EAD. 

Acessibilidade

A plataforma conta com o auxílio de um programa de leitor de tela, com voz natural em Português, que lê para a aluna todo o conteúdo apresentado. Assim, Izabel pode estudar no conforto da sua casa, sem precisar se deslocar até a universidade todos os dias e tendo a garantia de uma educação de qualidade, além do apoio de todo o corpo docente da instituição. 

“Quando ela realizou a matrícula, logo fizemos contato com a Gerência Acadêmica que, de imediato, se prontificou e tomou todas as providências necessárias para ajustar e adequar o sistema e a apresentação dos conteúdos de acordo com a sua necessidade. É assim que temos a certeza que estamos cumprindo a missão da Unit de ‘Inspirar pessoas a ampliar horizontes’”, diz o diretor do Campus Propriá e gestor do polo EAD da Unit da cidade, Bruno Teles.

Izabel deixa claro que a escolha para ingressar em uma instituição de ensino preparada não poderia ser outra a não ser a Unit. “Para mim está sendo uma experiência única, que a Unit está me oferecendo. Eu já fiz processo em outra Universidade, só que ela não me deu a oportunidade que a Unit me deu”, afirma. 

A educação a distância tem permitido com que alunos e estudantes com deficiência visual exerçam dignamente sua cidadania. E são as experiências vivenciadas na Unit, como as de Izabel, que comprovam isso. “Sempre tenha persistência em meio às dificuldades, mas nunca desista”, finaliza Izabel. 

 

Leia também: Unit abre novo polo parceiro em Pernambuco

Compartilhe: