V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Campus Farolândia recebeu workshop sobre o Programa Centelha II

Unit é parceria mais uma vez do Programa Centelha que visa incentivar ideias inovadoras com potencial de transformar ideias em empreendimentos.

às 15h57
Workshop Programa Centelha II ocorreu no campus Unit Farolândia
Workshop Programa Centelha II ocorreu no campus Unit Farolândia
Compartilhe:

Uma série de Workshops sobre o Programa Centelha II está sendo realizada pela Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec/SE). Na segunda-feira (18), a palestra aconteceu no Tiradentes Innovation Center, situado no campus Farolândia da Universidade Tiradentes (Unit).

Desde 2019, a Unit soma esforços junto ao Programa Centelha, quando apoiou o lançamento do edital do Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores em Sergipe (Centelha/SE). “Esta é uma oportunidade de reforçar o compromisso da Unit com a tecnologia e inovação junto aos nossos alunos e também perante toda sociedade, enquanto um organismo vivo, que pulsa ciência”, conta o vice-reitor da Unit, professor Jouberto Uchôa Júnior. 

Durante sua explanação, o superintendente da Área de Pesquisa Aplicada e Desenvolvimento Tecnológico da Finep, Marcelo Camargo, comentou sobre o desafio de aumentar ainda mais o número de inscrições no Centelha. “A pandemia, mesmo tendo um impacto negativo, deixou como comprovação que não tem outro caminho para um país como o nosso, a não ser investir em ciência, tecnologia e inovação. Então a gente gostaria que o programa tivesse resultados expressivos, como foi na primeira edição, mas infelizmente a pandemia acabou afastando os alunos das universidades, e a gente se viu na necessidade de vir até aqui chamá-los de volta, para que eles participem do programa”, disse Marcelo. 

Já Adriana Haguenauer falou sobre a adesão ao programa em Sergipe e sobre o cadastro de inscrição. “A gente teve uma quantidade impressionante de ideias submetidas a cada 100 mil habitantes e Sergipe foi um dos campeões em ideias. Para se inscrever no Centelha, basta ter uma ideia e saber responder quatro perguntas que são fundamentais no cadastro: Qual o problema que eu quero solucionar? Qual a solução que eu estou propondo? Qual o diferencial dessa solução? Qual a equipe que vai desenvolver?”, lembrou. 

Acompanhando de perto todas as edições do workshop, o diretor-presidente da Fapitec, Ronaldo Guimarães, falou sobre as expectativas com o pós-eventos. “As expectativas são as melhores possíveis daqui para a frente. Na primeira edição, Sergipe foi um grande destaque na submissão de ideias e a gente espera que com esse evento nas universidades a gente tenha ainda mais sucesso nesta segunda edição”, afirmou Ronaldo.

Centelha

A primeira edição do Programa Centelha foi lançada em junho de 2019, e alcançou o número de 579 ideias inovadoras inscritas. Destas, 23 foram selecionadas para se tornar novas startups, recebendo auxílio financeiro, capacitações administrativas, mentorias para gestão e empreendedorismo. Nesta segunda edição poderão ser apoiadas até 23 ideias inovadoras, com potencial para se tornarem empreendimentos de sucesso. O recurso global destinado ao financiamento é de R$ 1,2 milhão, com incentivo superior a R$ 53 mil por projeto.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) assinam a realização do Programa. O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI também são parceiros na iniciativa. 

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedetec) e o Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), são instituições intervenientes do Programa Centelha II. O Grupo Tiradentes, com a Unit e Tiradentes Innovation Center, é um dos parceiros.

 

Com informações da Fapitec/SE

 

Leia mais:

Inovação: Universidade Tiradentes soma esforços ao Programa Centelha

Compartilhe: