V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Como a ABNT padronizará a modelagem das roupas em lojas diferentes

Por meio da norma NBR 16933, a ABNT prevê padronizar os tamanhos e as numerações em lojas diferentes, evitando divergências.

às 11h29
Imagem: Freepik
Imagem: Freepik
Compartilhe:

Você já provou alguma roupa com a numeração que normalmente usa, mas percebeu que ficou muito folgada ou apertada demais? Não se preocupe, o seu corpo não mudou. É comum que as lojas não sigam uma padronização das modelagens previstas. Por isso, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) anunciou uma nova regra a ser aprovada. Nomeada de NBR 16933, a regra prevê a padronização nos tamanhos e numerações das roupas femininas, evitando modelagens diferentes.

Para o professor da Universidade Tiradentes (Unit) Manoel Dantas Macedo Filho, que realizou pesquisas voltadas para a área, a norma irá aprimorar os sistemas de modelagem para o corpo feminino. “Essa nova norma, baseada em diversas pesquisas e experimentações formais, evitará discrepâncias que vemos principalmente nas numerações das roupas, que nem sempre se adequam corretamente ao corpo da mulher brasileira, por ser muito comum o uso de métodos equivocados de determinação e etiquetagem das medidas, satisfazendo as consumidoras, que merecem a valorização do seu estilo, segurança, estética e conforto”, explicou.

A moda conta com a ABNT também para a garantia da segurança nas produções. “Na área da moda, a ABNT trabalha na segurança de roupas infantis, tecidos para uniformes profissionais, requisitos e métodos para roupas hospitalares e produtos têxteis para profissionais da saúde, referenciais de medidas do corpo humano, fatores de proteção, resistência de calçados e em muitas outras frentes”, disse o professor.

“De modo prático, sabemos que a ABNT cria e difunde normas que visam padronizar produções como as roupas, sempre procurando benefícios e segurança para os usuários, mas apenas propondo a normatização técnica, como essa nova implementação de padronização dos tamanhos no vestuário feminino, mas é necessário que a indústria, assim como as confecções e o próprio mercado, sigam estas instruções corretamente”, enfatizou.

ABNT

Conhecida pela normatização de textos acadêmicos como monografias, teses e dissertações, por meio da NBR 14724, a ABNT atua em diversas frentes, auxiliando na criação de políticas públicas, programas voltados para o meio ambiente e o desenvolvimento tecnológico do país.

“A ABNT tem vários comitês técnicos e elabora diversas diretrizes para recomendações em vários setores da sociedade, além de fazer parte de representações internacionais para propor sempre a sistematização de processos industriais, tecnológicos e serviços que podem referenciar equipamentos esportivos, fibras óticas, cilindros de gás, interfaces, componentes elétricos, engenharia espacial, paisagismo e muitas outras idealizações”, destacou o professor.

 

Leia também: Meu filho quer ser youtuber: o que fazer?

Compartilhe: