V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Justiça Restaurativa é tema de curso de formação

A Universidade Tiradentes, em parceria com o Tribunal de Justiça de Sergipe, forma a 1ª turma de Facilitadores em Justiça Restaurativa.

às 16h55
Os participantes da  1ª turma de Facilitadores em Justiça Restaurativa
Os participantes da 1ª turma de Facilitadores em Justiça Restaurativa
O aluno de Direito do 9º período, João Vitor Medeiros.
Compartilhe:

A Justiça Restaurativa é uma técnica utilizada na resolução de conflitos que se orienta a partir da escuta dos envolvidos com a finalidade de encontrar a melhor solução entre as partes envolvidas. Pensando em melhor atender a população no Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), a Universidade Tiradentes (Unit) firmou convênio de cooperação com o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) e formou a 1ª Turma de Facilitadores em Justiça Restaurativa da Unit.

Para o coordenador operacional do NPJ da Unit, Jéffson Menezes, proporcionar formação à equipe é uma forma de inovar. “Foram duas semanas de intensa vivência e aprendizado sobre as metodologias restaurativas. Agora, os NPJs da Unit em Aracaju, Estância, Itabaiana e Propriá contam com facilitadores para realizar círculos não-conflitivos na assistência jurídica àqueles que recorrem aos nossos núcleos. Essa formação é mais um diferencial incorporado ao acervo de serviços prestados pelos NPJs da Unit.”, diz.

Segundo a facilitadora do TJSE, Michelle da Conceição, a formação amplia as possibilidades de atendimento à população. “Para nós, que trabalhamos no Núcleo de Justiça Restaurativa do TJSE, ensinar mais métodos de mediação de conflitos fortalece a prática jurídica prevenindo outras situações de conflito. Por isso, é importante que professores, alunos e advogados conheçam”, afirma.

Para a advogada do NPJ, Renata Cristina, a Justiça Restaurativa dá uma maior celeridade processual e diminui a possibilidade de reincidência dos conflitos. “É bastante importante implementar a Justiça Restaurativa em NPJ, uma vez que nosso público alvo é justamente lidar com a comunidade. O foco deste tipo de justiça é justamente proporcionar a harmonia social entre a sociedade e os envolvidos no conflito”, ressalta.

O aluno de Direito do 9º período, João Vitor Medeiros, lembra que as pessoas buscam profissionais do Direito com o objetivo de terem os seus problemas resolvidos da forma mais rápida e menos desgastante que for possível.

“A Unit, além de ofertar cursos e palestras focadas na Justiça Restaurativa, proporciona aos alunos a oportunidade de acompanhar as audiências de conciliação no NPJ, garantindo às futuras gerações de profissionais do Direito uma maior familiaridade com a justiça restaurativa. As técnicas que aprendi durante o curso podem ser aplicadas nas mais diversas áreas, tanto dentro quanto fora da carreira jurídica”, declara.

 

Leia também:

Os resultados dos Núcleos de Práticas Jurídicas da Unit durante a pandemia

Compartilhe: