V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Mês da Mulher: estudantes de Fisioterapia prestam orientações sobre saúde

Cerca de 200 pessoas foram impactadas pela ação realizada no minishopping da UnitFarolândia. Sexualidade, incontinência urinária e fetal foram alguns dos temas abordados.

às 19h51
Estudantes do 7º período curso de Fisioterapia da Unit
Estudantes do 7º período curso de Fisioterapia da Unit
Estudantes do 7º período curso de Fisioterapia da Unit participam de ação
Compartilhe:

Ainda no clima do mês alusivo à mulher, estudantes do 7º período curso de Fisioterapia da Universidade Tiradentes (Unit), participaram de ação no minishopping do campus Farolândia. Cerca de 200 pessoas foram impactadas no último dia 16, com orientações sobre Fisioterapia na saúde da mulher, nos turnos da manhã e noite.

De acordo com a professora da disciplina fisioterapia uroginecológica e obstetrícia, Licia Santos Santana, responsável pela iniciativa e que acompanhou a prática, orientações sobre essa área contemplam o dia a dia de muitas mulheres.

“As orientações trabalharam patologias como sexualidade, incontinência urinária e fetal que a Fisioterapia trabalha para a saúde da mulher, bem como a importância da Fisioterapia da mulher no pré e pós-parto, na vida sexual”, explica.

Segundo a professora, a Fisioterapia também deve estar presente na infância. “Muitas mães acreditam que uma criança permanecer por muito tempo com fralda, é normal. Mas não é. Tem que ir desmamando. Na Fisioterapia, a partir dos quatro anos de idade, começamos com orientações para a criança, perguntando em relação até mesmo como ela deve agir no momento em que está com vontade de urinar, para evitar que faça nas roupas íntimas”, detalha a professora Lícia Santos Santana. 

O acompanhamento dos pais é sempre fundamental. “Nesses momentos com crianças, sempre com a participação dos responsáveis, conversamos sobre a anatomia delas, orientando que não é todo mundo que pode pegar nelas”, lembra a docente.

Ao final da iniciativa no minishopping da Unit, cerca de 200 pessoas foram impactadas com as orientações. “Percebemos como poucas pessoas têm conhecimento sobre o tema. Muitos alunos que passavam pelo local vieram perguntar sobre menopausa e as perdas urinárias nesse período”, conta a professora da disciplina fisioterapia uroginecológica e obstetrícia, Licia Santos Santana.

Um próximo evento está sendo organizado e deverá ocorrer na UBS do bairro 17 de Março. “Com a prática, além de os alunos terem mais conhecimento sobre a disciplina, muitos acabam, inclusive, se identificando com a área”, finaliza.

 

Leia mais:

Fisioterapia: área conta com prática em campo desde os primeiros períodos

Compartilhe: