V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Saúde promove roda de conversa para capacitação de corpo docente

A roda de conversa abordou o Setembro Amarelo, os cuidados com a saúde mental e a abordagem terapêutica.

às 17h39
A médica psiquiatra do Napps, Tássia Mayara Cardoso Rodrigues Rollemberg
Compartilhe:

Em alusão ao Setembro Amarelo, a coordenação da área da Saúde promoveu em parceria com o Núcleo de Apoio Pedagógico e Psicossocial (Napps) da Universidade Tiradentes, uma roda de conversa com coordenadores, assistentes acadêmicos e professores. A mediação foi feita pela médica psiquiatra do Napps, Tássia Mayara Cardoso Rodrigues Rollemberg.

De acordo com a coordenadora da área da Saúde, Dra. Juliana Dantas, tem-se percebido um número elevado de pacientes psiquiátricos, de pessoas com dificuldade em lidar com as emoções. “Esse cenário é nacional e até mesmo mundial pelo retorno ao trabalho presencial, especialmente, que a pandemia trouxe como consequência. Então, traz insegurança para os alunos e docentes, que às vezes têm dificuldade de tratar com as crises de ansiedade dos alunos na própria sala de aula ou nas práticas de estágio”, diz.

“Como podemos tratar essa situação da melhor maneira possível, de forma leve, dentro do nosso dia a dia e as maneiras que podemos adotar. Como podemos contribuir, afinal, nós somos também profissionais de Saúde. Queremos agregar nesse bem comum para que todo mundo possa viver com mais tranquilidade”, enfatiza.

Segundo a médica psiquiatra do Napps, Tássia Mayara Cardoso Rodrigues Rollemberg, a maneira mais indicada de identificar que um aluno está em sofrimento psíquico e conseguir ajudá-lo é por meio da abordagem terapêutica. 

“É algo muito novo no Brasil e não precisa ser um especialista. Qualquer pessoa consegue ter essa abordagem terapêutica. Como a demanda de saúde mental tem aumentado muito, se deixarmos só para o psicólogo e para o psiquiatra dar conta, não vamos conseguir. Então, temos disseminado essa prática, tornando todo mundo multiplicador para podermos ajudar a população que está em sofrimento”, explica.

Napps

Para atender os alunos nessas situações, a Unit conta com o Núcleo de Apoio Pedagógico e Psicossocial (Napps). Para ser encaminhado para o setor, é preciso primeiro identificar se o aluno está elegível ao atendimento. “São poucas as instituições que têm essa preocupação. O Napps é um lugar de portas abertas tanto para o aluno quanto para professores e coordenadores. Recebemos encaminhamentos por carta formal, ligação e às vezes, o próprio aluno bate na porta pedindo ajuda”, 

O núcleo possui uma equipe multidisciplinar composta por: assistente social, psicólogos, psicopedagogo e intérpretes de libras. Para ter acesso aos serviços, basta entrar em contato: (79) 3218-2170, 3218-2270 ou napps@unit.br.

 

Leia também: CIPA no Ar: ação envolve colaboradores em alusão ao Setembro Amarelo

Compartilhe: