V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Setembro amarelo: acadêmicos debatem o tema

Os convidados foram alunos do curso de Psicologia da Unit e estagiários das áreas de psicologia e de serviço social, que falaram sobre seus aprendizados

às 22h40
Compartilhe:

Para encerrar os debates em prol do setembro amarelo, o Núcleo de Apoio Psicossocial realizou debate sobre ‘Determinantes sociais e saúde mental’ por meio do canal da Universidade Tiradentes no youtube.

Os convidados foram alunos do curso de Psicologia da Unit e estagiários das áreas de psicologia e de serviço social. As professoras Jacqueline Nascimento e Jamile Figueiredo fizeram a intermediação. Estagiário da Clínica de Psicologia, Matheus Matos apresentou dados sobre epidemiológicos e fatores de risco sobre suicídio.

“A Organização Mundial da Saúde já traz o suicídio como problema de saúde e indica que a cada 40 segundos, uma pessoa se mata. São pessoas que estão em sofrimento. NO Brasil, ocorrem 12 mil suicídios por ano e Sergipe é o segundo estado no Nordeste em números de casos”, informou.

Matheus ressaltou que o isolamento total pode prejudicar quem passa por problemas mentais e que procurar tratamento é a alternativa.

Jeiciane Limam, acadêmica de Serviço Social, também participou da live e destacou os fatores sociais que impactam na saúde mental.

Setembro Amarelo

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, organiza nacionalmente o Setembro Amarelo. O dia 10 deste mês é, oficialmente, o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, mas a campanha acontece durante todo o ano.

São registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão no mundo.  ​Com o objetivo de prevenir e reduzir estes números a campanha Setembro Amarelo cresceu e hoje abrange o Brasil inteiro.

Assista à live completa aqui.

Compartilhe: