V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit desenvolve programação para a Semana Mundial do Aleitamento Materno

A iniciativa, que acontece de 4 a 6 de agosto, visa impactar a promoção, proteção e apoio do aleitamento materno.

às 10h44
Compartilhe:

Grande apoiadora da Semana Mundial da do Aleitamento Materno em Sergipe, a Universidade Tiradentes desenvolve este ano, mais uma vez, uma programação voltada para mães, profissionais de saúde e população em geral para a promoção da importância do aleitamento materno. 

“Esta é uma campanha mundial que acontece desde 1992, celebrada de 1º a 7 de agosto, em comemoração à declaração de Innocenti, de 1990. Temos 136 países que aderiram à campanha, que tem como finalidade a propagação do aleitamento materno para reduzir o adoecimento e morte infantil no mundo todo, causados pela não amamentação”, explica a professora do curso de Medicina da Universidade Tiradentes e Presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Sergipana de Pediatria, Dra. Izailza Matos. 

Para este ano, a temática definida pela Aliança Mundial para Ação de Aleitamento Materno (WABA, na sigla em inglês) é Proteger a amamentação, responsabilidade de todos

“Em qualquer país, desenvolvido ou não, as evidências científicas mostram que bebês que mamam no peito adoecem e morrem menos quando comparados àqueles que usam fórmulas infantis”, destaca a especialista. 

“As vantagens para o bebê vão desde o nascimento, com a hora de ouro, deixando a mãe e bebê em contato pele a pele, até iniciar a primeira mamada, a qual melhora a respiração e circulação, aquece, reduz risco de hipoglicemia, fornece proteção de doenças com a ingestão do colostro e contato com a pele da mãe, aumenta a prevalência do aleitamento materno, entre outras”, acrescenta.  

A Dra. Izailza também destaca os benefícios da amamentação para a mãe. “A amamentação aumenta o vínculo de amor entre mãe e filho, reduz o risco de gravidez indesejada, possibilita perda de peso mais rápida, minora a incidência de hemorragias  pós-parto e, consequentemente, diminui anemia, menor incidência de câncer de mama, útero e ovário e  de depressão pós-parto, entre outras”, salienta. 

“Essa iniciativa impacta tanto a formação dos profissionais da saúde sobre a promoção, proteção e apoio do aleitamento materno, como também a população em geral. Com informação, podemos melhorar a prevalência do aleitamento materno, oferecendo aos nossos pequenos o melhor começo de vida.”, finaliza. 

 

Confira a programação: 

Dia 04/08 

19h30 – Abertura oficial da SMAM 2021 

Com os representantes das instituições envolvidas, entre eles, o coordenador do curso de medicina da Unit, Richard Halti, a presidente da Sociedade Sergipana de Pediatria, Ana Jovina, a representante da área técnica da saúde da criança e aleitamento materno da SES, Helga Menegel e o presidente interino do Hospital Santa Isabel, Douglas Rosendo.

20h – Mesa-redonda Como vencer as dificuldades para obter sucesso na amamentação.  

21h – Abertura para perguntas

21h30 – Encerramento

 

05/08 

19h30 – Mesa-redonda A Arte de Amamentar- Responsabilidade de todos.

Participantes: 

Andrea Carvalho, mãe de dois e neonatologista.

Renata Tavares, mãe de primeiro filho e pediatra.

Gardênia, “pediatria com amor”.

Isabela e Eduardo, casal que vai contar sua experiência com a amamentação.

Mediadora: Dra. Izailza Matos – Presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sosepe

 

06/08

19h30 – Mesa redonda Multidisciplinaridade na amamentação

Participantes:

Renata Tavares – Pediatra

Cesar – Psiquiatra

Camila Aranda –  Psicóloga

Kelly Carvalho – Fonoaudióloga

Sandra Rafaela – Enfermeira

Mediadora: Dra. Ana Jovina – Presidente SOSEPE

21h – Mamaço virtual.

21h30 – Encerramento com o cantor e pediatra João Alberto Cardoso Silveira.

Confira também: Gestação, recém-nascido, amamentação e COVID-19.

Compartilhe: