V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Análise e Desenvolvimento de Sistemas: como é o mercado?

Em um mercado que cresce a cada ano, as oportunidades são muito promissoras. É assim para os alunos do curso superior de Análise e Desenvolvimento de Sistemas

às 17h55
Foto: Freepik
Foto: Freepik
Compartilhe:

O mundo, as relações sociais e os meios de produção estão cada vez mais ligados à tecnologia. Por conta disso, os profissionais na área de Análise e Desenvolvimento de Sistemas são muito requisitados e encontram um amplo mercado de trabalho em todas as regiões do país. Seja na indústria, nas empresas ou até mesmo de maneira autônoma, podendo atuar em empresas de tecnologia de pequeno, médio e grande porte, além de poder fazer concursos públicos.

De acordo com relatório do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), essa é a profissão que mais criou postos de trabalho entre 2009 e 2012, com 49.535 novos empregos durante o período e está entre os que mais geraram empregos nos últimos anos. O profissional dessa área pode trabalhar em diversos ramos, como:

Desenvolvimento de Software- A área de desenvolvimento de programas computacionais talvez seja a mais procurada por empresas e é a que apresenta a maior carência de profissionais especializados no mercado. São muitas as linguagens de programação. O analista pode se especializar em desenvolver programas e sistemas operacionais para celulares, internet, caixas automáticos, tablets, etc.

Administração de banco de dados e redes- Parte da administração do banco de dados consiste em garantir a segurança das informações nele contidas. O gerenciamento destas informações se dá através do acompanhamento e monitoramento de seu uso para identificar atualizações, manutenções e melhorias.

Como administrador de redes, o analista é responsável por toda a infraestrutura de TI de uma empresa. Ele realiza instalações, parametrizações e configurações de sistemas informatizados. Também realiza atividades com o intuito de garantir a segurança das informações compartilhadas naquela determinada rede.

Produção de software- Na área de software o analista tem o papel de participar nas etapas de documentação, arquitetura, desenvolvimento, testes e evolução de sistemas de software. É imprescindível que tenha conhecimentos em engenharia de software e saiba como utilizar ferramentas case para apoiar o processo de produção.

Infraestrutura de TI- Na parte de infraestrutura o analista é responsável por implementar soluções computacionais utilizando-se de recursos de hardware como: parques computacionais, infraestruturas de rede, integração entre hardware e software. Dessa forma poderá atender as necessidades tecnológicas das empresas.

Curso 

A maioria das pessoas que procuram o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas já trabalham na área de tecnologia, ou possuem afinidade com a área e querem se especializar. Com uma formação de dois anos e meio, o Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Universidade Tiradentes (Unit), na modalidade de Educação a Distância (EAD) tem um diploma reconhecido, que valoriza a atividade profissional e agrega valor aos serviços.

Os cursos de tecnologia trazem a vantagem de terem foco voltado ao mercado de trabalho, aliando teorias às práticas que efetivamente atendam às expectativas dos clientes e empregadores.

Durante o curso, o aluno vai utilizar ferramentas computacionais modernas e aprender métodos e técnicas avançadas na criação de projetos de desenvolvimento de software, ou seja, vai obter a capacitação necessária para a análise, desenvolvimento, implantação, avaliação, documentação e manutenção de sistemas computacionais.

Com informações do site Guia da Carreira

Leia também: Curso EAD de Marketing é um dos mais visados para 2023

Compartilhe: