V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Demanda pelo EAD cresce em 59% em relação aos anos anteriores

Segundo pesquisa, a procura pela modalidade de ensino tende a ser cada vez maior entre os alunos

às 13h44
Compartilhe:

Com o mundo globalizado e cada vez mais digital, a procura pelo Ensino a Distância (EAD) vem crescendo e tornando essa modalidade de ensino ideal para quem deseja otimizar tempo e conciliar estudo e trabalho. Segundo dados da Agência Brasil, dos mais de 3,7 milhões de ingressantes de 2020 em instituições públicas e privadas, mais de 2 milhões optaram pelo EAD e 1,7 milhão pelo presencial. 

O resultado desse número reflete as vantagens e benefícios que vão desde mensalidades mais em conta à oportunidade de montar a própria agenda de estudos. Essa flexibilidade, no entanto, precisa ser proporcionada pela instituição de ensino, que precisa se adequar e se atualizar em quesito de modernidade e praticidade para o aluno. 

A Universidade Tiradentes (Unit), instituição referência em ensino no Nordeste, vem implementando ações buscando proporcionar aos estudantes de EAD maior agilidade e melhor rendimento acadêmico. Segundo o Pró-reitor de Marketing, Comercial e Relacionamento da Unit, Luís Carlos Beltrami, a Unit está implementando ações que beneficiam o estudante de EAD. 

“Implantação de ferramenta omnichannel para atendimento aos alunos e candidatos, que irá unificar todos os canais de atendimento em um único fluxo; Implementação de metodologias do Customer Experience (CX) para melhoria do atendimento aos clientes; Reestruturação da área de atendimento e central de atendimento; Implantação de Matrícula Online, permitindo uma automação da matrícula e simplificação do processo de ingresso à Instituição”, pontua. 

O pró-reitor também ressalta que a Unit tem, atualmente, uma procura de mais de cinco mil alunos que buscam por cursos na modalidade EAD, confirmando o aumento da demanda em relação aos anos anteriores. “No comparativo entre 2022.1 e 2021.1, houve um aumento de inscritos de 29%; no caso de 2022.2 para 2021.2, estamos com um crescimento até o momento de 10%, mas a expectativa é que a gente feche o semestre com uma demanda maior em cerca de 30%”, infere. 

Nos anos anteriores à pandemia, houve um aumento de 37% na demanda de inscritos para o EAD. “No caso de 2022.2, os números estão praticamente iguais, salientando que ainda estamos em processo de captação, então a expectativa é que haja um crescimento também”, finaliza.

Leia também: Procura por cursos na modalidade EAD não para de crescer

Compartilhe: