V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Estética e Cosmética: áreas de atuação predominantes no mercado

O mercado de Estética e Cosmética é um dos mais promissores do país e um dos motivos para isso é o fato de esse ser um setor constantemente aquecido

às 13h28
Professora do curso de Estética e Cosmética da Unit, Andrea Vasconcelos
Professora do curso de Estética e Cosmética da Unit, Andrea Vasconcelos
Compartilhe:

O avanço da tecnologia, a preocupação cada vez maior das pessoas com a aparência e a diversidade de procedimentos e terapias voltadas para a beleza e bem-estar fazem com que aumentem também as opções para quem quer trabalhar na área como profissional de Estética e Cosmética, seja em consultórios, clínicas estéticas, spas, barbearias, salões de beleza e outros empreendimentos.

No Brasil e no mundo, o setor de cuidados de beleza é um dos que mais cresce e oferece diversas oportunidades no mercado de trabalho. Há muitas profissões nessa área que podem ser promissoras para quem busca um emprego. Se especializar nesse segmento pode ser muito vantajoso, principalmente porque a graduação pode ser feita por meio da Educação a Distância (EAD).

O profissional dessa área, de acordo com a professora do curso de Estética e Cosmética da Universidade Tiradentes (Unit), Andrea Vasconcelos, pode atuar em diversos segmentos se especializando nos cuidados das áreas: facial, corporal e capilar. 

“Na área facial, o profissional de estética vai trabalhar com procedimentos como limpeza de pele, peelings químicos, tratamentos para rejuvenescer, acne, entre outros. Ele trabalha também com revitalização facial a partir da orientação cosmética. Já no corporal ele irá trabalhar com os tratamentos corporais para gordura localizada, celulite, flacidez, estrias, e também vai adentrar na parte das massagens, nas terapias integrativa”, explica a professora.

A professora ressalta que uma das áreas mais promissoras em que a demanda está cada vez mais alta é a de tratamento capilar. “As pessoas estão procurando muito por este serviço, principalmente no pós Covid-19, onde várias pessoas sofreram problemas de queda capilar. A terapia ajuda no tratamento do couro e do fio, sendo uma área que tem tido excelente desenvolvimento”, explica.

Além dessas áreas, Andrea destaca também o visagismo e consultoria de imagem. “O visagismo tem como objetivo valorizar pontos positivos de um indivíduo e camuflar os pontos negativos. É um mercado que tem um crescimento muito grande, sendo o Brasil um dos países que possui o maior ticket médio de saúde e beleza do mundo. Por isso podemos afirmar que é uma área promissora e que está em expansão. A proposta do curso de estética é levar a beleza com saúde”, infere.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a estética também é uma questão de saúde, não apenas de vaidade. As razões que podem levar alguém a procurar um profissional da área variam bastante, e isso se reflete na diversidade dos campos de atuação desse setor. Confira algumas áreas de atuação predominantes no mercado:

  • Estética facial: embora o corpo todo necessite de cuidados, a preocupação com a beleza facial costuma ser um ponto forte do mercado de estética. Logo, os tratamentos focados na face fazem bastante sucesso, o que representa uma excelente oportunidade de trabalho para os esteticistas que dominam técnicas e procedimentos faciais.
  • Terapia capilar:  queda de cabelo é um problema recorrente entre homens e mulheres. Antigamente, não existiam tantos recursos e muitos sofriam com essa questão. Felizmente, agora médicos e esteticistas podem ajudar com as terapias capilares para manter a saúde dos fios.
  • Relaxamento e bem-estar corporal: estética não é só beleza. O bem-estar e a manutenção de um estilo saudável também são fundamentais. Nesse caso, o relaxamento é um objetivo buscado por muita gente em vários tipos de tratamentos, como massagens, acupuntura e outras terapias.
  • Visagismo e embelezamento: outra área que o esteticista pode atuar e direcionar sua carreira é o visagismo, por meio de um conjunto de teorias e de técnicas aliadas do embelezamento pessoal, que considera as características individuais de cada pessoa para promover a melhor versão dela.

Leia também: EAD como principal contribuinte na formação de professores no Brasil

Compartilhe: