V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Gestão de Qualidade: conheça mais sobre o curso, área e profissão

Entre as disciplinas presente na grade curricular, estão matérias ligadas diretamente à administração, bem como gestão, logística e outros campos relacionados

às 14h35
Foto: Freepik
Foto: Freepik
Compartilhe:

Qualquer empresa, independentemente dos seus setores e segmentos, tem seus produtos ou serviços fiscalizados por algum órgão responsável. Atualmente, os consumidores finais acabam assumindo a função de avaliar o serviço ou produto e influenciando outras pessoas de forma positiva ou negativa, deixando de ser um consumidor passivo, que aceita todo tipo de produto, serviço ou conteúdo. 

Dessa forma, é imprescindível que as empresas invistam cada vez mais em profissionais aptos para atuar com a chamada Gestão de Qualidade, um modelo de gestão que visa melhorar a qualidade de todos os processos organizacionais. A Universidade Tiradentes (Unit), por exemplo, oferta o curso na modalidade de Educação a Distância (EAD), com uma duração menor, permitindo que o aluno conclua a graduação e esteja apto para o mercado

Disciplinas como: Gerenciamento Estratégico de Projetos, Gestão de Processos e Qualidade, Certificação Série ISO 9000 e outras serão muito abordadas no decorrer do curso, que é destinado a profissionais de diferentes áreas de atuação, principalmente executivos e empreendedores que já usam ou desejam utilizar metodologias e ferramentas estratégicas de gestão nas organizações. 

Campo de atuação

O gestor da qualidade, ou gerente da qualidade, faz a identificação, análise e melhoria dos processos que causam impacto na satisfação dos clientes, como elaboração de planos táticos e operacionais na área da qualidade em todos os diferentes níveis organizacionais; superação de barreiras departamentais; desenvolvimento de serviços e ferramentas da qualidade; entre outros.

É vasta a opção de funções daqueles que se formam no curso. Uma dessas importantes funções, de acordo com o professor tutor do curso de Gestão de Qualidade da Unit, Ramon Lima, é estar atento a determinados critérios, um desses critérios é o Controle Estatístico de Processos (CEP), muito abordado durante o curso.

“O CEP é uma ferramenta da gestão que utiliza métodos estatísticos para monitorar a qualidade dos seus processos, prevenindo falhas ou defeitos nas entregas de produtos ou serviços. Esse monitoramento é muito possível através de dados e amostras de resultados que são analisados para identificar potenciais falhas na produção dos processos que possam interferir negativamente no padrão de qualidade estabelecido por uma empresa”, explica.

Esse CEP desempenha um papel fundamental na empresa. “Quando a empresa trabalha, a melhoria contínua dos seus processos, ela precisa de um método que auxilie na investigação de possíveis falhas e desvios que possam comprometer seus resultados. Dessa maneira, o CEP permite a análise sobre a estabilidade dos processos e permite também que as não conformidades sejam tratadas a fim de minimizar os riscos na qualidade da entrega dos produtos ou serviços”, aponta Ramon.

Algumas outras áreas que o gestor de qualidade pode atuar são: Produção Industrial, Educação, Serviços Financeiros, e Saúde. Dentro dessas áreas a maior quantidade de vagas se concentra em funções como as de Gerente de Qualidade, Analista de Sistema de Qualidade, Supervisor de Processos de Qualidade, Coordenador da Qualidade, Assistente de Controle de Processos e Analista de Planos de Reorganização de Processos.

Perfil do profissional

Quem se forma no curso de Gestão de Qualidade acaba desenvolvendo algumas competências, como: 

  • Perfil integrador: o aluno que opta por essa área consegue se comunicar com clareza e boa gestão entre todos os setores de uma organização, se tornando fundamental num cenário de Gestão da Qualidade em que se busca a excelência em todos os espaços de uma empresa.  
  • Visão estratégica: se o profissional de Gestão da Qualidade está tentando aplicar métodos de excelência em uma empresa, ele precisa entender quais as tendências, os pontos negativos e o que pode ser usado para implantar melhorias. E, de preferência, precisa fazer tudo isso otimizando recursos.
  • Liderança: essa é uma característica vital na profissão, especialmente se o aluno pretende implantar mudanças numa organização. Por isso, quem optar por essa carreira deve estar apto a convencer e motivar colaboradores para alcançar as otimizações desejadas.
  • Equilíbrio emocional: como o trabalho do gestor da qualidade influencia diretamente os resultados da empresa, é importante que ele saiba como trabalhar sob grande pressão. Dessa forma, ser capaz de lidar com cobranças por resultados, gerenciar a equipe e ser flexível para conseguir se adaptar às situações mais complicadas são atributos importantes de quem está na profissão.

Leia também: Curso de Gestão Ambiental: conheça as oportunidades que ele oferece

Compartilhe: