V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Panoramas do EAD: análise e abrangência da metodologia de ensino

Com a democratização do ensino por meio do EAD, as barreiras sociais, econômicas e culturais são rompidas, promovendo a ampliação dos métodos pedagógicos

às 12h29
Foto: Freepik
Foto: Freepik
Compartilhe:

Com o avanço cada vez mais evidente da tecnologia, é comum estar acostumado a realizar muitas atividades de maneira digital. Hoje dificilmente é necessário sair de casa para pagar uma conta ou resolver algum problema que não possa ser resolvido pela internet. Essas revoluções aconteceram também no ensino.

A Educação a Distância (EAD) é uma dessas revoluções que permite o aluno concluir o ensino superior e ter um diploma conciliando trabalho e as demais atividades do dia a dia sem precisar abrir mão de um ensino de qualidade oferecido, por exemplo, pela Universidade Tiradentes (Unit). De acordo com a gerente acadêmica da Unit EAD, Karen Sasaki, o modelo acadêmico Tiradentes não é apenas um sistema de ensino, como também entrega princípios e diretrizes.

“Esse modelo tem alguns pilares, dentre eles a modelagem curricular por competências, a formação continuada docente, a gestão da aprendizagem, a cultura digital e todas as iniciativas de inovação educacional que envolvem desde o uso de tecnologias como ferramentas e recursos”, afirma.

Alguns dos princípios citados por Karen regulam o plano de desenvolvimento institucional e os projetos pedagógicos de todos os cursos. Essas iniciativas de inovação e tecnologia são muito importantes para que os alunos possam desenvolver suas competências. Além disso, a Unit conta com a parceria da D2L, uma empresa de software global com sede no Canadá, com escritórios na Austrália, Brasil, Europa, Cingapura e Estados Unidos.

Parceria

“A Unit é parceira da D2L há muitos anos, uma das primeiras parceiras aqui no Brasil. Tínhamos uma plataforma livre e após a adoção da plataforma dessa empresa consolidada, tivemos alguns ganhos, como as funcionalidades que de fato contribuem no processo educativo além da possibilidade que temos de utilizar essa plataforma para atingir o nosso objetivo final que é o desenvolvimento de competências dos nossos alunos”, explica Karen.

O comportamento do aluno dessa modalidade muitas vezes é diferente dos que optam por um curso presencial, desde a faixa etária, proximidade com a instituição de ensino, hábitos e costumes, momento de vida e carreira, etc. É uma série de fatores que devem ser levados em consideração. Portanto, é fundamental pensar em metodologias que atendam a todas essas demandas.

“As pessoas aprendem de maneiras diferentes, por isso nós não entregamos apenas um tipo de mídia. Nós temos conteúdos em html que oferece diferentes elementos como, desafios cognitivos, infográficos, recursos audiovisuais, questões de verificação de aprendizagem, objetos de realidade aumentada com uso de qr code, vídeo aulas e todas as funcionalidades de interatividade que a D2L entrega, como fóruns de discussão, ferramentas de comunicação instantânea. Tudo isso com suporte de professores tutores virtuais que acompanham a aprendizagem dos alunos de forma online”, destaca Karen.

Outra característica importante a ser identificada é o fato da valorização dos alunos dessa modalidade no mercado de trabalho, isso porque eles desenvolvem, como citadas acima, competências que os destacam dos demais profissionais. 

“É um indicador social relevante os percentuais de empregabilidade dos nossos alunos, que já estão trabalhando na área. Temos uma turma de Educação Física formada, todos empregados na área. É uma modalidade que permite flexibilidade ao aluno, mas que no final do curso seguimos todas as diretrizes curriculares que são exigidas pelo Ministério da Educação”, finaliza a gerente acadêmica.

Leia também: Gestora do polo EAD da Unit em Arapiraca (AL) visita a Unit-SE

Compartilhe: