V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Campanha da Unit desperta a cidadania consciente

Muitas vezes, por esquecimento ou mesmo falta de hábito, deixamos de depositar o que sobrou da nossa alimentação em recipientes apropriados.

às 19h21
O gesto individual que se reflete no coletiv
O gesto individual que se reflete no coletiv
A professora Luciana e o acadêmico Fábio Lima da Silva
Campanha orienta sobre procedimentos básicos
Compartilhe:

A partir dessa percepção e no intuito de conscientizar os usuários dos restaurantes e lanchonetes do minishoping no Campus Farolândia da Unit, alunos do 4º período da disciplina Gestão Ambiental e Sustentabilidade do curso de Recursos Humanos, juntamente com a professora Luciana Rodrigues, coordenadora do Projeto Conduta Consciente, colocaram em prática na noite dessa terça-feira, 24, uma ação motivadora.

“Na maioria das vezes utilizamos a praça de alimentação, mas não deixamos a mesa limpa agindo como deveria ser o correto: jogando o lixo no lixo. Por isso resolvemos realizar essa ação com a exibição de um vídeo que fala da linha evolutiva do homem, enquanto os alunos circulam por todas as mesas com uma cestinha de lixo informando sobre a importância da atitude”, explica a professora Luciana. A intenção é transformar a campanha num ato contínuo mostrando a importância de que cada um possa deixar a mesa limpa para o próximo dela se utilizar.

O acadêmico de Engenharia Civil Isaac Santana Pires Ferreira reconhece que muitas vezes as pessoas em geral deixam o lixo em lugar inapropriado. “Atitudes como essa são importantes porque conscientizam a todos, e que pensem de forma coletiva”, sugere.

Também aluno de Engenharia Civil, Vinícius Peixoto apoia a ideia e espera que a campanha sensibilize as pessoas para a colocação do lixo no lugar certo. Sua opinião é compartilhada com Jhonata Gabriel Silva Vieira. Segundo ele, a ação é muito boa porque procura conscientizar a comunidade universitária sobre a importância de um gesto adequado para que ele se reflita dentro da própria coletividade. Ele lembra que a conscientização termina sendo multiplicadora. “Quando você conscientiza aqui, está passando também a informação para que a atitude seja praticada também fora dos muros da universidade”, pondera.

Durante a conversa estabelecida com quem estava utilizando a praça de alimentação, o acadêmico de Administração Fábio Lima da Silva, membro da equipe que desenvolveu a campanha, salientou que é necessária que ela se torne contínua. “As pessoas precisam ter consciência de que precisam zelar mais pelo coletivo. E isso é feito por cada um de nós”, conclui.

Veja fotos de Marcelo Freitas. Acesse aqui.

Compartilhe: