V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit

Alunos da disciplina Reumatologia e Geriátrica do curso de Fisioterapia da Unit promovem tarde de lazer com asilados do Same e pacientes do Centro de Reabilitação Ninota

às 20h21
Pacientes e acadêmicos registram a confraternização
Pacientes e acadêmicos registram a confraternização
A professora Tássia Virgínia e o presidente do Same, Antônio Costa
A acadêmica Tâmara e sua paciente, senhora Ana Maria
Compartilhe:

Para encerrar as atividades desenvolvidas pelos acadêmicos do 6º período de Fisioterapia durante o segundo semestre letivo no Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição – Same, asilados da instituição e pacientes do Ninota estiveram reunidos na tarde desta quinta-feira, 3, motivados pela confraternização do período natalino.

Durante o encontro, que teve como local o pátio do Same, pacientes e alunos, acompanhados da professora Tássia Virgínia de Carvalho Oliveira, responsável pela disciplina, interagiram com atividades recreativas, seguidas de entrega de presentes e distribuição de lanches.

“Fizemos uma campanha ao longo desses dois últimos meses e com o dinheiro arrecadado montamos 80 kits para presentear os nossos pacientes”, revela a professora, satisfeita por perceber o envolvimento dos alunos com os idosos do Same e os pacientes do Centro de Reabilitação.  Ela explica que durante o desenvolvimento das disciplinas os alunos atuam nos dois espaços procurando interagir da melhor forma com seus pacientes. “Essa interação é o que a Saúde mais preconiza hoje, pois está diretamente ligada à humanização, e o fato de o aluno sair da sala de aula para atender numa entidade como o Same faz com que ele perceba o indivíduo não como um paciente, e sim como alguém que precisa de ajuda e aconchego”, acrescenta a docente.

“Muitos idosos são carentes de carinho e afeto. Por isso, considero muito importante a gente fazer essa confraternização como demonstração de todo o trabalho que conseguimos desenvolver ao longo do período”, diz a acadêmica Tâmara Mayara dos Santos, recompensada pela experiência vivida com seus pacientes.

Habitante do Bairro Santo Antônio, a senhora Ana Maria Melo Martins foi submetida a um tratamento em razão de um processo inflamatório detectado em seu ombro direito. Aliviada das dores, a paciente da acadêmica Tâmara só tem palavras de gratidão. “As meninas foram excelentes. Gostei bastante e pretendo voltar”, diz a idosa, exibindo satisfeita sua capacidade de mobilidade recuperada.

O senhor Antônio Costa está na presidência do Same há 13 anos. Com uma população residente de 65 idosos (14 homens e 51 mulheres), ele revela a importância do trabalho extensionista desenvolvido pela Unit.  “A universidade já é nossa parceira há muito tempo e durante o ano contamos com a colaboração dos alunos para o desenvolvimento de atividades que são fundamentais para a recuperação da saúde e elevação da autoestima”, conclui.

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: