V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit recebe crianças assistidas pelo GACC

Em atividade extensionista, alunos promovem tarde de lazer e aprendizagem

às 19h52
A professora Carla Porto
Silva Regina Santos Almeida Oliveira e o filho Caique Almeida Oliveira
Compartilhe:

Uma tarde de muita diversão e conhecimento para as crianças atendidas pelo Grupo de Apoio à Criança com Câncer de Sergipe – GACC. Em atividade realizada pelos alunos do curso de Farmácia da Universidade Tiradentes, mães e crianças que participam do projeto vieram ao Campus Aracaju Farolândia e puderam brincar, assistir apresentações teatrais, além de informações sobre saúde e higiene. A ação faz parte da disciplina Práticas Extensionistas I e tem orientação da professora Carla Porto.

“O objetivo é que os alunos se engajem e se tornem voluntários. Alguns se sensibilizam e querem continuar ajudando. Que eles tenham esse primeiro contato com a comunidade, colocar em prática o que veem na sala de aula”, explica a professora Carla Porto. Ainda segundo a professora, a parceria com o GACC acontece há cerca de um ano. “A gente mostra um pouco da nossa cara, do reconhecimento social, propocionando um retorno para eles”,diz a professora. Mas não são apenas as crianças que se sentem felizes com as atividades, as mães também aprovam. “Era meu sonho conhecer a Unit e muito feliz, agradeço a Deus e a vocês por proporcionar momentos como esse. O pouco que cada um dá é importante, pois compartilha com a gente as dificuldades do tratamento”, conta Silva Regina Santos Almeida Oliveira, mãe do pequeno Caique Almeida Oliveira, de quatro anos.

Para os alunos, o momento também é de aprendizagem. “A atividade integra as crianças e a universidade, tira as crianças da rotina e estimula o lado social do profissional da Saúde. É a primeira vez que participando de um projeto de extensão e feliz porque a gente vê as crianças felizes também”, declara João Pedro, acadêmico do segundo período de Farmácia da Unit.

 

Realidade difícil

O GACC/SE – Grupo de Apoio à Criança com Câncer de Sergipe – nasceu em 1999, graças à iniciativa de Lygia Ribeiro e suas filhas, com o objetivo de melhorar a difícil realidade vivida pela criança e adolescente com câncer no estado. Há alguns anos, observando a crescente demanda, o GACC ampliou o seu atendimento a crianças e adolescentes com doenças hematológicas.

 

Para contribuir ou conhecer mais o projeto acesse http://gacc-se.org.br/comocontribuir

Compartilhe: