V E S T I B U L A R UNIT
MENU

“A TI entrou na minha vida e nunca mais saiu”, diz egressa.

A egressa Thiciane Couto, cursa mestrado na PUCRS, é mentora de projetos que desenvolvem aplicações para empresas.

às 11h48
Thiciane Couto conheceu a Ciência da Computação ainda no ensino médio.
Thiciane Couto conheceu a Ciência da Computação ainda no ensino médio.
Compartilhe:

Thiciane Couto conheceu a Ciência da Computação ainda no ensino médio. Mas foi no curso da Universidade Tiradentes (Unit) que ela despertou o interesse pela pesquisa, participando de projetos de Iniciação Científica (IC). Atualmente, ela faz mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC) na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

“Quando conheci a área, se tornou a minha primeira e única opção. A TI entrou na minha vida no final do ensino médio, quando iria fazer vestibular e nunca mais saiu. Amo o que faço no meu dia a dia”, enfatiza Thiciane.

A trajetória acadêmica da egressa foi de desafios e descobertas. “Descobri que a área de TI não era apenas programação, era algo mais amplo e com várias vertentes. Aprendi sobre Engenharia de Software, metodologias ágeis, qualidade e outros assuntos. Participei de Iniciação Científica junto com o professor Fabio Gomes Rocha, que sempre me incentivou na pesquisa e que me apresentou tudo isso”, conta.

Essa vivência no mundo da pesquisa se tornou ainda mais intensa quando ela pensou em mudar de curso e logo após terminar a graduação, tentou uma seleção para mestrado. “Sempre gostei de pesquisas que misturam a teoria com a prática, então todas as minhas pesquisas, iniciações e colaborações são deste tipo, em um primeiro momento procuro investigar e buscar o tema determinado para entender sua teoria e depois aplicar em equipes de desenvolvimento de software”, disse a egressa.

“No início de novembro de 2019 meu antigo orientador de TCC o prof. Fabio Gomes, me avisou que o processo seletivo para o mestrado na PUCRS estava aberto. Confesso que em um primeiro momento achei que não iria conseguir passar e não tinha chegado a me inscrever, mas já havia preparado toda a documentação e atualizado o lattes. Perto do fim do prazo da inscrição respondi ao formulário e anexei os documentos. Fiz uma entrevista online com minha então futura orientadora, a professora Drª. Sabrina Marczack e no meio para o final deste mês fui informada que passei no processo seletivo e que iria iniciar o mestrado na PUCRS”, relembra.

Toda essa experiência contribuiu para um trabalho prático em que Thiciane desenvolve projetos para diversas empresas. “Eu acredito que a pesquisa me ajuda na carreira, pois consigo unir o que estou estudando na universidade na aplicação prática deste assunto. Atualmente estudo sobre metodologias e práticas ágeis (BDD, Scrumm, XP e Kanban) e as coloco em prática em dois projetos que participo como mentora e estes dois projetos desenvolvem aplicações para uma empresa privada e para órgãos públicos do estado de Sergipe”, conclui Thiciane.

 

Leia também: Ciência da computação é tendência em 2022

Compartilhe: