V E S T I B U L A R UNIT
MENU

“A Unit ajudou muito na minha formação”, diz egressa de Jornalismo

Agência Prática ajudou a egressa a entrar no mercado de trabalho na Austrália.

às 11h14
A egressa Mariana Rocha iniciou o curso em 2005 na Unit.
A egressa Mariana Rocha iniciou o curso em 2005 na Unit.
Compartilhe:

A trajetória profissional de Mariana Rocha começou em 2005 no curso de Jornalismo da Universidade Tiradentes (Unit). De lá para cá, a egressa trabalhou em assessorias de imprensa e agências publicitárias em Sergipe e São Paulo. Atualmente, ela mora na Austrália, atuando na área em que teve sua primeira oportunidade prática na universidade.

Quando escolheu o curso de Jornalismo, ela só tinha uma coisa em mente: escrever. Mal sabia ela onde iria chegar. “Eu fiz parte da primeira Agência Prática da Unit e isso me ajudou, porque não eram só pessoas do curso de Jornalismo, mas também alunos de Publicidade. Então, pude indiretamente aprender sobre redação publicitária, mídia, planejamento e estratégia”, contou.

“Foi sensacional essa experiência. Realmente, abriu o meu leque de opções, para não ficar só focada no Jornalismo. Então, eu acho que o meu tempo na Unit e na Agência Prática foi primordial para eu me abrir para outras possibilidades que a comunicação me permite. Eu acho que, na comunicação, a gente não pode ficar preso só a uma vertente, e a Agência Prática me deu essa visão”, complementou Mariana.

Ainda em Sergipe, ela trabalhou em assessorias de imprensa e veículos de comunicação, fazendo cobertura jornalística e escrevendo reportagens. Quando se mudou para São Paulo, entrou em contato com as atividades realizadas em agências de publicidade e fez um curso de pós-graduação. Quando decidiu estudar na Austrália, não pensava em ficar por muito tempo.

Quando optou pelo visto de trabalho, ela teve uma surpresa que a ajudou a entrar na sua área. “No processo de conseguir o visto de trabalho, eu tive que provar minha formação e os lugares onde trabalhei no Brasil. A Unit é uma das universidades que atendem aos requerimentos do governo australiano. Talvez se eu tivesse estudado em outra faculdade, a minha profissão não ia ser reconhecida aqui, mas pelo fato de ser da Unit, eu consegui traduzir o meu diploma, a minha grade acadêmica escolar e o governo reconheceu a minha profissão”, considerou.

“A Unit ajudou muito na nossa formação. Abriu nosso leque. Acho muito importante enfatizar a Agência Prática, porque realmente me deu ferramentas para pensar fora da caixa”, enfatizou a egressa.

 

Leia também: Estudante da Unit é pedida em casamento durante aula

Compartilhe: