V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Aluna de doutorado do PEP foi contemplada com bolsa da Capes

Durante seis meses, Aline Resende desenvolverá projeto, em regime de cotutela, na Universidad de Castilla–La Mancha, na Espanha.

às 11h25
Compartilhe:

A aluna do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Processos da Universidade Tiradentes, Aline Resende, foi contemplada com uma bolsa no âmbito do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal De Nível Superior (Capes). Com a bolsa, a doutoranda desenvolverá projeto no Laboratório de Engenharia Eletroquímica e Ambiental do Grupo de Investigação em Tecnologia Química e Ambiental, do Departamento de Engenharia Química da Universidad de Castilla-La Mancha, na Espanha.

“A realização do doutorado sanduíche me permitirá aplicar os eletrodos desenvolvidos no Brasil em diversos campos da eletroquímica ambiental. O grupo de pesquisa da Dra. Cristina Sáez é um grupo consolidado e com tradição na área de tratamento de efluentes. Além de possuir experiência em detecção de contaminantes e estudos de corpos hídricos, trabalha também com análises de ecotoxicidade. Estas características poderão incrementar consistentemente a qualidade das pesquisas e publicações do grupo brasileiro, já que os eletrodos sintetizados neste trabalho estão sendo amplamente aplicados”, comenta Aline Resende. 

“Desenvolver atividades de pesquisa em outro país tem sido muito enriquecedor, pois tenho a oportunidade de aprimorar conhecimentos e ampliar as colaborações em âmbito internacional. Além do contexto profissional e acadêmico, estar fora do país nos permite conhecer outras culturas, promovendo um intercâmbio cultural e de conhecimento”, acrescenta. 

O projeto, intitulado Desenvolvimento de novos materiais eletródicos para processos fotoeletroquímicos aplicados na degradação de interferentes endócrinos, é realizado por meio de uma colaboração estabelecida entre a professora Dra. Katlin Ivon Barrios Eguiluz, da Universidade Tiradentes (Unit), e a professora da Universidad de Castilla-La Mancha, Dra. Cristina Sáez Jiménez. A tese está sendo produzida em regime de cotutela. 

“Os estudos desenvolvidos unem os conhecimentos entre os grupos de pesquisa e resultarão em um trabalho que abrangerá tanto a síntese e caracterização de materiais eletródicos, desenvolvidas pelo grupo brasileiro, quanto sua aplicação prática na degradação de compostos orgânicos, junto com o grupo espanhol”, enfatiza a doutoranda.

A pesquisadora destaca a importância da Universidade Tiradentes para sua trajetória profissional. “O meu primeiro contato com a pesquisa aconteceu durante a graduação, quando consegui uma bolsa de Iniciação Científica. A Unit possui pesquisadores de alto nível nas mais diversas áreas, e na engenharia não é diferente. Durante o período da IC, pude desenvolver diversas habilidades e conhecer um novo caminho que eu poderia trilhar: a pesquisa”, salienta. “Antes de finalizar a graduação, já estava certa que continuaria na pesquisa. Para isso, não precisei mudar de universidade, a Unit fornecia uma equipe de professores/pesquisadores capacitados, com desenvolvimento de pesquisas de alto nível. Assim, após a graduação fiz o mestrado e agora estou fazendo o doutorado na mesma instituição”, completa.

Veja também: Unit terá segunda defesa de tese de doutorado com dupla titularidade.

Compartilhe: