V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Black Friday: dicas e cuidados para não ter prejuízos

O consumidor precisa estar atento a possíveis golpes, descontos falsos e preços muito abaixo do mercado oferecidos durante a Black Friday.

às 18h09
O economista e professor da Universidade Tiradentes (Unit), Josenito Oliveira.
O economista e professor da Universidade Tiradentes (Unit), Josenito Oliveira.
Compartilhe:

Para os lojistas, a Black Friday é um momento para aquecer as vendas, e para o consumidor, uma oportunidade de economizar. Durante o ano inteiro, as promoções são esperadas por consumidores de todo o mundo, mas especialistas alertam que é preciso ter cuidado com golpes, falsos descontos e preços baixos demais.

O economista e professor da Universidade Tiradentes (Unit), Josenito Oliveira, alerta que é importante que o consumidor acompanhe a oscilação dos preços do produto nas semanas ou meses anteriores. “É preciso verificar se esses preços com descontos que estão sendo ofertados na semana da Black Friday realmente são menores dos que estavam sendo ofertados antes, para não ter aquele falso desconto”, advertiu.

Devido aos preços atrativos e às promoções, muitas pessoas acabam comprando por impulso, sem realmente precisar do produto. “Outra dica importante é ver se você realmente precisa desse produto, para não cair na compra compulsiva, para não comprar sem estar necessitando”, acrescentou. Com isso, é comum que as compras excessivas gerem dívidas desnecessárias para o cliente. Por isso, “é importante fazer um planejamento financeiro, pesquisa de mercado para que não caia no endividamento e não tenha problemas futuros”, preveniu o economista.

Ao efetuar a compra, é preferível realizá-la no cartão de crédito, por ser uma opção mais segura e a possibilidade de contar com o auxílio do banco em caso de problemas. Para evitá-los, o consumidor deve ficar atento às avaliações da loja em sites de reclamações ou na própria página da loja, em que os compradores avaliam os produtos vendidos e os processos de venda. Outro cuidado importante, é verificar as políticas de devolução.

 

Leia também: Bandeira vermelha: confira dicas de como economizar

Compartilhe: