V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Comissão do Bicentenário de Sergipe debate programação alusiva à data

Reunião foi realizada na manhã de ontem, 06, na Universidade Tiradentes

às 12h26
Compartilhe:

Com o objetivo de enaltecer o espírito de sergipanidade, reafirmar a identidade do povo sergipano e trabalhar o resgate histórico de Sergipe, a Comissão Preparatória dos Festejos do Bicentenário da Emancipação Política de Sergipe – Cobise – prepara uma extensa programação alusiva à comemoração dos 200 anos do estado.

A programação é ampla e desenvolvida com o apoio dos órgãos e entidades que compõem a comissão. Na manhã do último dia 06, os representantes estiveram reunidos, na arena do Tiradentes Innovation Center, campus Unit Farolândia, em mais um encontro para debater as atividades. As comemorações previstas compreendem Sessões Plenárias Itinerantes, além de evento técnico-científico, exposições, homenagens, publicações e mostras.

“A ideia é ter uma programação que abranja não somente a capital sergipana. A gente convida os prefeitos, escolas, enfim, a se engajarem fazendo atividades que recordem o Bicentenário de Sergipe”, comenta Carlos Nascimento, coordenador do Grupo de Trabalho executivo da Comissão de Festejos do Bicentenário da Emancipação política de Sergipe.

“Os festejos do Bicentenário são voltados para a comunidade sergipana e não é centrada em apenas um tipo de atividade. Teremos shows, palestras, oficinas, seminários, atividades esportivas com o foco principal de enaltecer Sergipe e a nossa sergipanidade”, acrescenta Nascimento. Entre os destaques estão o dia 08 de julho com o encerramento da grande festa popular, o Arraiá do Povo, e o dia 24 de outubro, dia da Sergipanidade.

“Estamos somando forças para que possamos colocar Sergipe em grande destaque nacional. Temos a obrigação de cuidar do que é nosso pela grandeza desse acontecimento. Esperamos que estas iniciativas proporcionem uma ação para que todo o Brasil saiba e comemore os 200 anos do nosso estado”, declara o professor Jouberto Uchôa, reitor da Universidade Tiradentes. A instituição de ensino faz parte da comissão organizadora da comemoração do Bicentenário.

“A comissão começou a se reunir em 8 de julho do ano passado. São importantes atores envolvidos apresentando ações e atividades alusivas à celebração. A preocupação maior é que essas festividades já sejam sentidas pela comunidade”, ressalta a pesquisadora e escritora, professora Lúcia Marques, representante da Unit neste projeto.

A docente também foi contemplada com a publicação de um trabalho escrito em 2006 denominado “Revista Literária do Gabinete de Leitura de Maruim (1890-1891): subsídios para a história dos impressos em Sergipe”, resultado da tese de Mestrado da pesquisadora. “Foi o primeiro periódico que representou uma instituição cultural do estado de Sergipe em 1890. A revista circulou entre as capitais do Brasil. Para mim foi um prêmio. É uma contribuição honrosa para o nosso querido estado”, afirma professora Lúcia.

“É um evento estadual de muita importância. Estamos integrando a programação com seminários e publicações de autores sergipanos”, salienta José Anderson Nascimento da Academia Sergipana de Letras.

A próxima reunião está agendada para o dia 17 de fevereiro quando será apresentada a programação oficial para o governador do Estado, Belivaldo Chagas.

Compartilhe: