V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Cursos da Saúde promovem manhã especial para mães da Apae

Cerca de 80 mães de crianças assistidas pela Apae Sergipe participaram de comemoração ao Dia das Mães na Unit.

às 17h23
Compartilhe:

Em comemoração ao Dia das Mães, os cursos da área da Saúde da Universidade Tiradentes (Unit) promoveram nesta terça-feira, 4, um dia de cuidado para as mães de filhos assistidos pela Federação das Apaes do Estado de Sergipe. Mais de 80 mulheres foram impactadas.

“Essa é uma parceria com a Federação das Apaes, em que estamos proporcionando um dia diferente com vários atendimentos aqui na universidade para as mães de assistidos da Apae. Elas vão passar por várias oficinas. É uma maneira de comemorar o Dia das Mães e possibilitar um dia que eleve a autoestima delas”, explica o coordenador de extensão, Geraldo Chagas.

As mães dos tiveram acesso à dinâmica sobre mitos e verdades relacionados à maternidade, sexualidade e menopausa, café da manhã, massoterapia, exame clínico das mamas, entre outros. 

“Os cursos prestaram serviços de saúde da mulher, acolhimento psicológico, avaliação nutricional, design de sobrancelha, corte e escova, hidratação… São ações que visam a elevação da autoestima dessas mães, para que elas se sintam acolhidas e tenham uma manhã de interação e se sintam felizes”, diz a coordenadora dos cursos da Saúde, professor Dr. Juliana Dantas.

Para a mãe de um dos assistidos pela Apae Sergipe, Leide Santos, “A gente que é mãe de criança especial nunca tem atenção em certas áreas, principalmente na área da saúde. A gente cuida tanto dos filhos que esquece de cuidar da gente. Então, esse evento veio a calhar na minha vida”, conta.

Além das mães, os estudantes dos cursos de Nutrição, Psicologia, Gastronomia, Enfermagem, Estética e Cosmética, e Farmácia também estiveram envolvidos na prestação dos serviços. “Para a formação como profissional e humana dos alunos é muito importante participar dessas atividades já exercendo o que aprendem na universidade, atuando diretamente com as pessoas, aplicando os conhecimentos e habilidades nas diversas áreas”, acrescenta Calazans.

“Durante os atendimentos eles vão conversar com as mães, saber as dificuldades que elas têm, muitas vezes sem condições financeiras, entendendo como é ter um filho excepcional em uma sociedade tão complexa como nos dias de hoje”, enfatiza.

O intuito é que a partir dessa ação, a universidade desenvolva futuramente outras ações juntamente com a Federação.

 

Leia também: Unit recebe representantes da Fenapaes

Compartilhe: