V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Dezembro tem data em homenagem aos engenheiros

O Brasil conta com 368 mil engenheiros civis graduados; profissão tem várias especialidades, contribuições ao público e desafios futuros

às 15h15
Atualmente, o mercado de trabalho para os engenheiros passa por mudanças, com menos vagas formais de emprego e mais atividades de forma individual (StockSnap)
Atualmente, o mercado de trabalho para os engenheiros passa por mudanças, com menos vagas formais de emprego e mais atividades de forma individual (StockSnap)
Compartilhe:

Homenagear o Dia do Engenheiro anualmente, no dia 11 de dezembro, é um costume desde 1933, quando a profissão foi regulamentada no Brasil. Ela é uma das mais prestigiadas, com maior status social devido à função de transformação dos espaços e motor do desenvolvimento econômico das sociedades. Atualmente, o país conta com mais de 368 mil engenheiros civis graduados e com registro profissional ativo, conforme dados do Sistema Confea/Crea. 

O mesmo decreto (23,569) que regulamentou a profissão também criou o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), a nível federal, e os Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas), responsáveis pela orientação e fiscalização do exercício da profissão.

Seu objetivo é zelar pela defesa do desenvolvimento sustentável do país, considerando os princípios éticos profissionais que envolvem a verificação, a fiscalização e o aperfeiçoamento do exercício e das atividades das áreas profissionais de agronomia, engenharia, geologia, geografia e meteorologia, além de suas modalidades e especialidades em níveis superior, tecnológico e técnico.

No Dia da Engenharia, são relembradas as vantagens que essa atividade trouxe para a vida humana em sociedade. Ciência e Matemática se unem com o propósito de resolver problemas e criar estruturas que facilitam e muitas vezes revolucionam completamente a vida humana. Edifícios, máquinas, computadores e até avanços em áreas como a genética se devem à engenharia.

Profissão

Atualmente, são muitas as especialidades da engenharia. A área abrange diferentes especialidades além da engenharia civil, como engenharia agrônoma, engenharia da computação, engenharia elétrica, química, mecânica, eletrônica e outras que ultrapassam trinta tipos de engenharia. 

Atualmente o mercado de trabalho para esses profissionais passa por mudanças. As vagas formais de emprego têm diminuído, enquanto cresce a ocupação no regime de Pessoa Jurídica, seja na forma de consultorias ou trabalhos autônomos ou mesmo contratações por meio desse formato. Parte dessa realidade é atribuída às demissões por conta da pandemia, mas também há um estímulo ao empreendedorismo nessa carreira. Esse foi um dos motivos apontados para que os profissionais mantivessem um bom nível de empregabilidade, apesar da crise sanitária. 

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: