V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Edições antigas do Diário Oficial de Sergipe serão digitalizadas

Iniciativa faz parte da parceria firmada no último dia 1º de agosto entre Unit e Segrase. A intenção é facilitar e ampliar o acesso ao Diário Oficial

às 19h00
O Diário Oficial é um dos documentos mais importantes de uma sociedade. Com o objetivo de digitalizar as antigas edições do Diário Oficial de Sergipe, a Universidade Tiradentes – Unit – firmou parceria com a Empresa de Serviços Gráficos de Sergipe (Segrase) no último dia 1º de agosto.
Professor Fábio Gomes representou a Unit e firmou parceria ao lado do presidente da Segrase Ricardo Roriz, e do coordenador técnico da Hemeroteca Wallace Douglas
Professor Fábio Gomes representou a Unit e firmou parceria ao lado do presidente da Segrase Ricardo Roriz, e do coordenador técnico da Hemeroteca Wallace Douglas
Compartilhe:

O coordenador técnico da hemeroteca da Segrase Wallace Douglas acredita que será facilitado o acesso do público às informações disponibilizadas no Diário Oficial. “A maioria do público que busca o documento são acadêmicos ou servidores públicos. A digitalização possibilitará que as informações também cheguem até algumas pessoas que antes não tinham este acesso”, finaliza.

Atualmente, o Diário Oficial pode ser acessado pelo site da Segrase em formato PDF, mas somente as publicações a partir do ano de 2012 estão disponíveis. A expectativa é que com esta parceria, todas as edições sejam disponibilizadas à população.

Para o presidente da Segrase Ricardo Roriz esta é uma grande contribuição da Unit para Sergipe. “Serão mais de cem anos de história que estarão disponíveis para o público de forma rápida e acessível, podendo ser adquirida em qualquer lugar do mundo. Esta parceria com a Unit demonstra o interesse da Segrase em se manter sempre aberta para dialogar com instituições que visam o desenvolvimento de Sergipe”, afirma.

Bolsistas da Unit e Segrase auxiliarão no processo de digitalização e serão supervisionados pelo professor Fábio Gomes Rocha. “Por meio deste projeto que terá um longo prazo de duração, os alunos poderão aliar a teoria do que aprendem na universidade com a prática e ainda resultará em algo importantíssimo para nosso estado”, acredita Fábio Rocha.

 

Com informações da Segrase

Compartilhe: