V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Expocom Nordeste coloca Sergipe bem na fita

Alunos da Unit representam o Nordeste na Expocom. O evento reúne acadêmicos e profissionais de comunicação de todo o país.

às 18h32
Equipe vencedora
Equipe vencedora
Antônio Guilherme , preocupado com a preservação do meio ambiente.
Yael dá visibilidade ao combater da violência contra a mulher.
A professora Talita sempre acreditou no potencial dos seus alunos
Compartilhe:

A etapa do Expocom que define os melhores trabalhos de todas as regiões brasileiras será realizada no Sul do país.

Acontece na cidade catarinense de Joinville, entre 2 e 8 de setembro, a 41ª Edição do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Promovido pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), o evento objetiva fomentar e trocar conhecimentos entre pesquisadores e profissionais que já atuam no mercado.

Alguns dos pontos altos da programação são o julgamento e premiação dos melhores trabalhos apresentados durante o Intercom regional, na categoria Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação – Expocom.

O Intercom Nordeste aconteceu em 7 de julho na cidade baiana de Juazeiro e durante o julgamento dos trabalhos obtiveram o primeiro lugar nas categorias ‘Melhor filme publicitário’ e ‘Melhor cartaz publicitário’ alunos dos cursos de Comunicação Social da Unit, que desenvolvem suas pesquisas na Agência Prática. Foi a partir de discussões entre os acadêmicos Yael Sullyvan, Antônio Guilherme (ambos de Publicidade e Propaganda), Yanne Vitória (Jornalismo), e do estímulo de outros colegas e orientação dos professores Cleon e Talita de Azevedo Deda que os projetos se concretizaram.

Yael Sullyvan Rodrigues Alves concorreu e levou o prêmio simbólico com o melhor filme publicitário numa abordagem sobre o tema “Violência contra a mulher – ignorar não é possível”. “Me senti motivado a produzir esse vídeo de 15 a partir de uma conversa estabelecida com mulheres. Percebi que os números de casos estão aumentando não pelo aumento da própria violência e, sim, porque as pessoas estão denunciando mais. Tanto assim que o filme publicitário é baseado na omissão das denúncias”, explica Yael, preocupado em dar continuidade por meio da sua obra com o ciclo de denúncias.

Antônio Guilherme Cardoso Lima mereceu o primeiro prêmio na categoria “Cartaz Publicitário” com o projeto intitulado “Mata Atlântica, uma história perto do fim”. “O prêmio traz muita visibilidade e o reconhecimento de pessoas na área, e isso é muito importante para que possamos começar a dar passos mais largos”, entende o acadêmico.

Yanne Vitória da Silva Santos, concludente de Jornalismo, interagiu com os projetos no desenvolvimento da documentação necessária para a inscrição dos trabalhos no Intercom. “A partir do momento que você faz um projeto precisa explicar como o mesmo foi realizado, quais pesquisas foram feitas e o que se pretende com isso”, explica a acadêmica.

“Todos os alunos envolvidos com os projetos têm um potencial gigantesco na criação, na pesquisa e no empenho de trazer de fato o melhor e essa é uma conquista coletiva”, esclarece a professora Talita lembrando que os jovens universitários são seus alunos desde o 2º período, fato que lhe permite acompanhar uma nítida evolução nos processos das disciplinas concluídas a cada período.

“Aqui na Universidade Tiradentes eles conseguem ter a oportunidade de aliar teoria à prática. Nós, professores, ficamos muito felizes quando percebemos que existe uma predisposição natural de nossos alunos em participar de eventos como esse. Dentro da sala de aula sempre estimulamos para que entendam como uma boa base teórica cria um excelente profissional. E esse resultado é a prova de que o nosso objetivo está sendo alcançado. Isso nos motiva a continuar trabalhando sempre mais”, comenta o coordenador da Agência Prática, professor Cleon Menezes do Nascimento.

Agora é torcer para que os jovens universitários tragam para Sergipe o primeiro lugar nas duas categorias concorrentes.

Compartilhe: