V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Feira de oportunidades

A feira de estágio e empregabilidade da Unit aproxima estudantes do mercado de trabalho.

às 15h44
O estágio é a primeira experiência de jovens universitários no mercado de trabalho. Uma vivência bem sucedida pode abrir o caminho para uma carreira promissora. Com o intuito de ajudar estudantes e egressos na interação com empresas, que oferecem grandes oportunidades de estágio e emprego, que a Universidade Tiradentes realiza hoje, 20, até às 22h, no Campus Aracaju Farolândia da Unit, a 1ª edição da Feira de Estágio e Empregabilidade.
Compartilhe:

“Quanto mais a gente aproxima o mercado de trabalho dos alunos acontecem duas coisas: uma é consciência do que é necessário de competência para entrar no mercado de trabalho e outra é como entrar no mercado de trabalho” explica a professora Janaína Machado, coordenadora do Unit Carreiras. Para a gestora, a Feira fornece a oportunidade dos participantes conhecerem melhor as empresas e saber como elas funcionam.

A programação terá palestras  com  15 empresas dos ramos da construção, indústria, energia, economia, Direito, empreendedorismo e comunicação social, são elas: Votorantim; Energisa; Santander; Sebrae; Conselho Jovem Empreendedor (CJE/SE); Associação de Comércio (ACESE); Nassau; União;  Ampla RH; os agentes de integração CIEE e IEL; TV Sergipe; Aiesec; IpeSaúde; e Getinfo.

Mayana do Rosário, egressa do curso de Engenharia de Produção da Unit, foi uma das palestrantes do evento. A profissional passou  pela experiência do estágio e, hoje, é Analista de Gente e Gestão da Votorantim. “Muitas pessoas pensam que não tem oportunidades aqui no estado, mas tem muitas empresas procurando. Não se desanimem pelo cenário atual. O que tem que ser feito é o trabalho de forma digna, ética, alinhar seus valores com o da empresa que as oportunidades vão aparecer” aconselha a engenheira.

Roberta Prettis, coordenadora de Gente e Gestão, também da Votorantim concorda que não deve haver pessimismo. “É importante que eles vislumbrem que tem sim uma luz mesmo no momento de crise. A gente espera  por esses estudantes que estão saindo das instituições de ensino. Eles precisam entender que com desenvolvimento, educação e leitura conseguem se integrar no mercado de trabalho”,  afirma.

A iniciativa é gratuita e aberta ao público.

Compartilhe: