V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Higiene bucal: por que e como ter uma boca saudável?

A principal forma de cuidar da higiene bucal é pela escovação dos dentes, mas alguns erros são tão frequentes que é preciso ficar atento.

às 11h45
Imagem: Freepik
Imagem: Freepik
Compartilhe:

Cuidar da saúde bucal está relacionada à limpeza dos dentes, gengivas e língua. Mantendo os principais cuidados, como escovação e uso de fio dental, pode-se evitar a disseminação de bactérias e o surgimento de doenças. Mas, esses hábitos são tão instintivos que alguns erros podem passar despercebidos.

Um desses erros é escovar os dentes de maneira superficial ou muito rápido. A função da escovação é retirar restos de alimentos e bactérias alojadas na superfície dos dentes. Então, é indicado que esse momento dure entre um e dois minutos, observando os movimentos que vão da gengiva à ponta dos dentes e depois em movimentos circulares.

Limpar bem os dentes não quer dizer usar força excessiva. Isso pode ferir a gengiva e favorecer o aparecimento de infecções e aumentando a sensibilidade dos dentes. Nessa hora o importante é manter o equilíbrio para não fazer uma escovação muito forçada. 

Também é comum esquecer de escovar a língua e não utilizar o fio dental. Essas duas práticas são fundamentais para eliminar possíveis bactérias. Pela textura que a língua possui, restos de alimentos bem pequenos podem ficar acumulados nesses espaços, assim como entre um dente e outro. Por isso, é importante adotar esses hábitos.

A maioria dos dentistas recomendam a escovação dos dentes após cada refeição, ou seja, três vezes ao dia. Mas, caso faça mais refeições do que isso, não precisa exagerar. É mais importante uma escovação bem feita do que várias mal feitas.

O uso de muito creme dental ou até mesmo pastas branqueadoras e enxaguantes também podem ser um risco à boa higiene bucal. Por isso, é sempre importante buscar o atendimento de um dentista periodicamente e não só quando tiver algum problema aparente. A cada seis meses é o melhor momento para ir ao dentista.

 

Leia também: A importância da odontologia no tratamento oncológico

Conheça nosso curso de Odontologia

 

Compartilhe: