V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Idosas do PAIMI recebem homenagem ao Dia das Mães

Professor e alunos do curso de Fisioterapia homenagearam as idosas e celebraram o retorno das atividades do PAIMI

às 20h24
Compartilhe:

Alunos do curso de Fisioterapia da Universidade Tiradentes (Unit) prestaram homenagem às idosas participantes do Programa de Assistência Integral à Melhor Idade (PAIMI). A ação aconteceu no último dia 09 e contou com entregas de rosas e homenagens individuais para cada uma das idosas, seguido por uma atividade de dança para que elas ‘mexessem o esqueleto’. 

Segundo o professor do curso de Fisioterapia, Flávio Martins Filho, o intuito dessa atividade foi mostrar a importância do que é ser mãe e o ato de ser mulher, valorizando também o retorno das atividades do PAIMI pós-pandemia. 

“Nada mais justo do que separar um momento especial para elas, não somente pela data especial em si, mas também porque realmente elas estavam ansiosas, querendo retornar para todas as atividades aqui na universidade que, por conta da pandemia, foram suspensas. Mas agora estamos todos seguros e vacinados, e por isso elas merecem essa tarde especial”.

A coordenadora do PAIMI, Zulnara Mota, agradeceu, em nome de todas as idosas: “Passamos uma tarde descontraída e mostramos também o talento que a melhor idade possui. Nos deram esse espaço para que a gente cantasse, dançasse, que a gente externe o nosso agradecimento à Universidade Tiradentes por acolher essas idosas no coração de todos”.

Para integrantes do PAIMI, como Sonia Walois, a homenagem foi comovente e tocante. “Passamos uma tarde maravilhosa, muito dançante, celebrando o Dia das Mães. Foi uma homenagem muito boa, uma experiência maravilhosa, o carinho que o pessoal da Fisioterapia tem com a gente é lindo e fechou [as homenagens pelo Dia das Mães] com chave de ouro”.

A atividade serviu também como aprendizado para os alunos do curso de Fisioterapia adquiridos para além da sala de aula. “Poder colocar em prática os conhecimentos aprendidos durante o curso é muito importante. Essa prática com o PAIMI, com a Geriatria, tem despertado em mim muito o interesse por essa área. Então poder realmente ter esse contato com elas talvez modifique, inclusive, minha escolha profissional, do que eu quero me especializar e trabalhar”, conta a discente do 8º período de Fisioterapia, Andrea Alves do Nascimento.

Já a aluna Maria Catarina Lima Nascimento espera levar carinho e afeto para as idosas do PAIMI. “O fato de ter um contato mais próximo com elas, faz fortalecer a questão da aliança terapêutica. Quanto mais atendimentos passam, quanto mais campanhas a gente faz com elas, elas conseguem ficar mais confiantes na terapia em si que a gente está fazendo desde o começo”.

O professor Flávio Martins Filho endossa: “É de grande valia para o aprendizado dos alunos, porque eles vão aprender justamente com pessoas que têm histórias para contar e têm todo um contexto por trás da sua história. Então para eles é maravilhoso estar ao lado das idosas, toda semana, e sem dúvida os alunos vão crescer, não só profissionalmente, mas também como pessoa. Isso agrega bastante”.

 

Por Raquel Passos e João Paulo Olim

 

Leia mais:

Tecnologia: Projeto Conectados reduz distância entre idosos

Compartilhe: