V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Inscrições para mestrado e doutorado seguem até o dia 4 de julho

São cinco programas com cursos de mestrado e doutorado: Saúde e Ambiente, Engenharia de Processos, Biotecnologia Industrial, Direito Humanos e Educação.

às 14h38
Compartilhe:

O período de inscrições para a segunda chamada dos cursos de mestrado e doutorado da Universidade Tiradentes está nos últimos dias. Os interessados nos programas de pós-graduação em Saúde e Ambiente (PSA), Engenharia de Processos (PEP), Biotecnologia Industrial (PBI), Direitos Humanos (PPGD) e Educação (PPED) têm até segunda-feira, 4, para se inscrever.

São mais de 100 vagas para o segundo semestre de 2022, com possibilidade de bolsas de estudos de acordo com classificação no processo seletivo, oferta e regras dos órgãos de fomento. Todos os cursos de mestrado e doutorado são recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) com conceito 5. Apenas o mais recente doutorado em Direitos Humanos possui conceito 4.

De acordo com o coordenador da Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Tiradentes (Unit), Dr. Álvaro Silva Lima, fazer um mestrado e/ou doutorado é um diferencial no mercado de trabalho. “Quando um aluno opta por fazer um mestrado ou doutorado, ele envereda-se pelo campo da investigação científica, na busca de respostas para problemas de alta complexidade, permitindo que empresas, sistemas de saúde, conhecimento jurídico e educacional valham-se dessas informações para melhoria dos seus processos. Apropria-se portanto, de conhecimento de elevado nível, que nos conduzirá desde a vida acadêmica, consultoria e atuação em empresas, incluindo a docência no ensino superior”, diz.

Direitos Humanos

A Unit é a única universidade de Sergipe com doutorado em Direito. O programa está estruturado a partir de uma área de concentração: Direitos Humanos. São duas linhas de pesquisa: 1) Direitos Humanos na Sociedade e 2) Direitos Humanos, Novas Tecnologias e Desenvolvimento Sustentável; e atualmente, conta com seis projetos de pesquisa voltados para segurança pública, gênero, acesso à justiça, Fraternidade, meio ambiente e sustentabilidade, entre outros.

“O PPGD começou atendendo uma demanda reprimida, principalmente em nossa região e, por isso, vem cumprindo importante papel não somente no âmbito acadêmico, mas também no campo social e jurídico. Por meio de projetos de pesquisa financiados pela Fapitec, Capes e CNPq, tem formado pesquisadores, com isso há uma contribuição significativa no campo da avaliação de políticas públicas, o que reforça a vocação para uma inserção local e regional comprometida com a promoção dos direitos humanos”, diz a coordenadora do programa, doutora Grasielle Borges Vieira de Carvalho.

Saúde e Ambiente

A responsabilidade social e o desenvolvimento regional também têm sido premissas dos trabalhos desenvolvidos no programa de pós-graduação em Saúde e Ambiente. Trata-se de um programa de pós-graduação interdisciplinar, o que atrai alunos com graduação diversificada, incluindo enfermeiros, médicos, biomédicos, nutricionistas, fisioterapeutas, educadores físicos, advogados, pedagogos, engenheiros de pesca, engenheiros ambientais, historiadores, fonoaudiólogos e farmacêuticos, entre outros. 

Há projetos de pesquisa e extensão associados a políticas públicas em parceria com secretarias estaduais e municipais das áreas de saúde e de ambiente, por exemplo, o mapeamento de doenças negligenciadas em municípios de Sergipe e campanhas de atenção e promoção da saúde da mulher; campanhas ambientais, projetos de popularização da ciência e colaborações nacionais e internacionais para melhor compreender temas como o tráfico humano e o fluxo migratório humano”, explica a coordenadora do programa, doutora Margarete Zanardo Gomes.

Além disso, os docentes do programa contam com parcerias nacionais e internacionais em projetos de pesquisa e os estudantes podem realizar intercâmbios científicos em importantes centros de ensino e pesquisa no país e no exterior. Há, inclusive, uma modalidade de bolsa de estudos para doutorado sanduíche. 

“Há uma Comissão de Bolsas que faz o exame de solicitações dos candidatos, a seleção e o acompanhamento dos bolsistas. Para participar, o candidato deve ter disponibilidade para dedicar-se de forma integral e exclusiva às atividades do mestrado e/ou doutorado, ou seja, não deve possuir vínculo empregatício. Há critérios de avaliação do desempenho acadêmico para a seleção dos bolsistas, incluindo-se, dentre outros, sua classificação no processo seletivo para ingresso aos cursos de mestrado e doutorado”, explica.

Laboratórios

Diversas atividades dos programas de pós-graduação stricto sensu são realizadas em parceria com o Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP), que provê laboratórios e ampla infraestrutura para pesquisa.

 

Leia mais:

Biotecnologia Industrial: inscrições abertas para mestrado e doutorado

Compartilhe: