V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Jovem inventor é reconhecido com o prêmio FAPITEC

A categoria Jovem Inventor premia pelo terceiro ano consecutivo acadêmico da Unit que descobriu seu gosto por novos experimentos dentro da academia

às 19h24
A peça integra o projeto Cabuto
A peça integra o projeto Cabuto
O professor Igor LIbertador e Felipe apresentam o resultado do invento
Compartilhe:

Incansável na perseguição de ideias que contribuam para facilitar a vida das pessoas, o acadêmico do 10º período de Engenharia Mecatrônica da Unit, Felipe Raniere, arrebata pelo terceiro ano consecutivo o prêmio João Ribeiro de divulgação científica e inovação tecnológica promovido pela FAPITEC, na categoria Jovem Inventor.

Motivado pelo desenvolvimento de atividades inerentes à sua futura profissão, Felipe justifica as contínuas premiações pelo fato de estar sempre atento às experiências que busquem facilitar a vida das pessoas.

A invenção de um capacete que limpa a viseira de moto concedeu ao acadêmico o primeiro prêmio em 2016; o segundo projeto que fez com que Felipe conquistasse a primeira classificação no ano passado no mesmo certame foi pela invenção de um ferro de solda que pode ser utilizado apenas por uma mão.

Para merecer o terceiro prêmio consecutivo da FAPITEC o jovem Engenheiro fundamentou seus estudos na Engenharia Aeronáutica aproveitando, inclusive o trabalho que exerce como membro do Projeto Cabuto Aerodesign (grupo da Unit existente há dois anos e meio, onde os alunos de Engenharia desenvolvem atividade rádio controlada, cuja meta é o desenvolvimento de uma aeronave), Felipe desenvolveu um dispositivo aerodinâmico denominado Winglet. Por ser um dispositivo de ponta de asa, é bastante utilizado em aeronaves.

“Tive como base o Warthog A-10, um avião militar e na asa frontal do carro de fórmula 1”, explica o jovem inventor, ciente de que precisa aprofundar os estudos para aprimorar a peça que deverá ser de grande utilidade no campo da aviação.

“O Felipe traz consigo o viés do desenvolvimento na busca de soluções para aprimorar ainda mais as soluções existentes” comenta o orientador do trabalho de pesquisa desenvolvido por Felipe o professor Igor Libertador. O docente frisa que a invenção do acadêmico está vinculada ao Projeto Cabuto. “Essa é uma peça da aeronave que os alunos de Engenharia estão desenvolvendo dentro do projeto”, explica o docente.

Compartilhe: