V E S T I B U L A R UNIT
MENU

NAPPS mantém atividades de forma virtual em 2021.2

O atendimento, fortalecimento da rede, realização de lives, oficinas e rodas de conversa são atividades previstas para o NAPPS neste semestre

às 23h50
Foto: Acervo Unit
Foto: Acervo Unit
Foto: Acervo Unit
Compartilhe:

Com a pandemia do Covid-19, o Núcleo de Apoio Pedagógico e Psicossocial – NAPPS – da Universidade Tiradentes se adaptou para realizar os atendimentos de forma virtual. A previsão para as atividades em 2021.2 é continuar promovendo a manutenção dos serviços de atendimento, fortalecimento da rede, realização de novas lives, oficinas e rodas de conversa. 

O Núcleo é um diferencial instituído pela Unit como forma de promover, de forma gratuita, acolhimento e suporte aos alunos e colaboradores da instituição com Deficiências, Síndromes, Transtornos, etc., ou que vivenciam situações de conflito que interferem no processo de aprendizagem e/ou nas relações sociais e comunitárias“A inclusão é lei, mas a Unit, através do NAPPS, vai além do que está escrito nos textos legais, porque nossa preocupação é com a qualidade de vida do ser humano, sentir-se acolhido e assim conseguir superar seus obstáculos”, frisa a coordenadora do NAPPS da Unit, professora Kátia Araújo.

A equipe do cleo é composta por profissionais das áreas da Assistência Social, Psicologia e Psicopedagogia. O primeiro acolhimento é realizado pela assistente social. Após a análise do caso, o aluno ou colaborador é encaminhado para as psicólogas e psicopedagogas. 

Hoje, temos aluno surdo, autista, cego, com dificuldades de aprendizagem, com problemas de saúde mental, doenças degenerativas que comprometem a visão, a locomoção, etc, que são assistidos pelo núcleo. Também, prestamos orientação a pais ou familiares, conforme o caso, pois o objetivo é a integração plena do indivíduo, seja aluno ou colaborador, no espaço da IES, evitando transtorno e conflitos”, explica a professora Kátia.

Por não ser clínica, mas um serviço de apoio, as psicólogas realizam entre 3 e 5 atendimentos. Já as atividades da Psicopedagoga são continuadas e, em alguns casos específicos, as das psicólogas também. Só em 2019, por exemplo, a equipe do NAPPS prestou atendimento a 1.838 pessoas. No caso da comunidade externa, o núcleo não atende diretamente, mas quando procurado oportuniza encaminhamos para os serviços correspondentes, sejam internos ou externos. 

 “A atenção prioritária está voltada para a acessibilidade e inclusão. Daí mantermos contato permanente com as coordenações de curso e professores, quando identificados casos de alunos com deficiências, ou déficit de atenção ou aprendizagem, ou ainda com doenças que causem transtornos mentais”, destaca a coordenadora do NAPPS, professora Kátia Araújo.

 

NAPPS 

Em 1996, a Unit instituiu o Núcleo de Apoio Psicosocial da Unit (NAPPS). Em 2009, foi acrescentado outro P, tornando-se Núcleo de Apoio Pedagógico e Psicosocial, (NAPPS), denominação que se mantém até os dias atuais. O NAPPS funciona em Aracaju, noCampus Farolândia, no2º piso da Biblioteca Jacinto Uchoa; e nos Campi Estância, Itabaiana e Propriá, na Sala CAEPSS/Napps.

A seguir, conheça alguns serviços ofertados pelo Núcleo:

 

– Acolhimento ao aluno ou colaborador seja voltado para deficiência ou para a saúde mental

– Suporte de apoio ao aluno surdo através os intérpretes de libras

 – Suporte ao aluno cego através de parceria com a Biblioteca Jacinto Uchoa no setor de Biblioteca Inclusiva, cessão por empréstimo de Lap top adaptado a aluno cego

– Oficinas pesicopedagógicas a alunos com deficiências, deficit de atenção ou dificuldade de aprendizagem

– Lives de orientação e suporte psicológico, psicopedagógico ou social para redução de conflitos, de gênero, geracional, de orientação sexual, religioso, de bullyng, etc

– Integração com os alunos intercambistas e suas famílias, de forma a reduzir desconfortos com a separação, visto ir conviver com outras pessoas, culturas diferentes,

– Participação em eventos institucionais, com ou sem a presença de intérpretes de libras, bem como representar a instituição junto à Rede de Leitura Inclusiva e outros eventos que tratem de acessibilidade e inclusão

 – Participação na elaboração do plano institucional de acessibilidade e inclusão

 – Encaminhamento de alunos e colaboradores a outros serviços da instituição, como Clínica de Psicologia, Psiquiatra-Decós, NPJ, Clínica Odontológica, e outros

– Encaminhamento de alunos e colaboradores a equipamentos externos da rede socioassistencial como CAP’s, DAGV, CRAS, Conselho Tutelar, CREESE, Hospital São José, e outros

 – Orientação e acompanhamento de alunos na realização de provas fora da sala de aula (Napps ou Laboratórios) por conta de tempo distendido, bem como provas adaptadas a depender de cada caso ou situação.

– Orientação a pais ou familiares, conforme o caso, pois o objetivo é a integração plena do indivíduo, seja aluno ou colaborador, no espaço da IES, evitando transtorno e conflitos.

 

Leia mais:

Diversidade e respeito nas esquinas de Ará

“Trabalhar na Unit é um sonho e uma realização”, destaca Kátia Araújo.

Ansiedade em tempos de Pandemia: autocuidado importa

Compartilhe: