V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Negros possuem maior risco de mortalidade por Covid-19, diz estudo

De acordo com o relatório da OCDE, no Brasil, o risco de mortalidade por Covid-19 foi 1,5 vezes maior na população negra.

às 11h41
Imagem: Freepik
Imagem: Freepik
Compartilhe:

A pandemia de covid-19 já vitimou milhões de pessoas em todo o mundo. Segundo o relatório Health at a Glance da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), entre os grupos mais afetados estão os idosos e as populações étnicas minorizadas e mais pobres.

O documento destaca ainda que, mesmo havendo uma maior taxa de incidência entre a população branca, no Brasil, o risco de mortalidade por Covid-19 foi 1,5 vezes maior na população negra. Além disso, os negros e pardos brasileiros internados em hospitais tinham 1,3 vezes a 1,5 vezes mais risco de mortalidade em comparação com brasileiros brancos.

O Brasil, Apesar de não ser um membro oficial, é considerado um parceiro-chave da OCDE desde 2007. A organização internacional é composta por 38 países membros, que reúne as economias mais avançadas do mundo, entre eles a Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, República Checa, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França e Alemanha.

Outro dado que chama a atenção foi divulgado em setembro do ano passado. O Mapa da Desigualdade apontou que entre a população negra, 47,6% das mortes ocorreram por causa da Covid-19; já entre a população branca foram 28,1%. A pesquisa feita pelo grupo avaliou a mortalidade de brancos e negros em bairros com diferentes perfis socioeconômicos na cidade de São Paulo.

Veja também: Síndrome pós-Covid não deve ser negligenciada pelos pacientes.

Compartilhe: