V E S T I B U L A R UNIT
MENU

PEP Unit obtém nota 6 em avaliação da Capes

A cada quatro anos, a Capes avalia a qualidade dos programas de pós-graduação. Neste ano, o PEP alcançou nota 6, considerado excelente.

às 12h58
A doutoranda Raíra Souza de Santana Castro
A doutoranda Jamylle Yanka Cruz Ribeiro.
A doutoranda Ana Carolina Araujo Andrade.
O coordenador do programa, professor doutor Giancarlo Richard Salazar Banda.
Compartilhe:

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos da Universidade Tiradentes (PEP/Unit) alcançou nota 6 na avaliação quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O Sistema Nacional de Pós-Graduação considera programas com notas 6 e 7 de excelência nacional e internacional, e de referência nas suas respectivas áreas de atuação.

“O conceito obtido pelo PEP é resultado da qualidade de formação dos alunos, do impacto social gerado, da qualidade da produção técnica e científica dos discentes e docentes, da formação do corpo docente, da capacidade e diversificação de captação de recursos e da internacionalização do programa. Principalmente, considero que esta vitória é fruto do trabalho incansável, sério e comprometido dos docentes e discentes do programa”, diz o coordenador do programa, professor doutor Giancarlo Richard Salazar Banda.

O programa é o mais antigo da Unit e é o único do Brasil com 100% de professores com bolsas de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). “As bolsas de produtividade são concedidas a pesquisadores de todas as áreas com o objetivo de distinguir seu trabalho e valorizar sua produção. Entre os critérios para a concessão estão a produção científica, a participação na formação de recursos humanos e a efetiva contribuição para a área de pesquisa, assim como distinguir seu trabalho e valorizar sua produção em desenvolvimento tecnológico e inovação”, explica.

Para a doutoranda pelo PEP, Ana Carolina Araujo Andrade, a nova nota é o reconhecimento merecido ao trabalho feito pelos pesquisadores e colaboradores do programa. “Escolher o PEP para desenvolver meu doutorado, sem dúvidas, foi a melhor escolha que já fiz durante minha vida acadêmica. Tenho certeza que crescerei muito como pesquisadora, uma vez que disponho da infraestrutura necessária para o desenvolvimento da minha pesquisa, além de contar com orientadores que estão sempre dispostos a sanar minhas dúvidas e me auxiliam para o desenvolvimento de um trabalho com excelência”, afirma.

Segundo a doutoranda do programa, Jamylle Yanka Cruz Ribeiro, a qualidade do programa é realmente excelente, como diz a nota da Capes. “Diante de tantas importâncias na minha formação acadêmica, o doutorado contribui principalmente para as ampliações de oportunidades no mercado de trabalho e experiências com projetos inovadores. Além disso, durante o período do doutorado é possível fazer intercâmbio, tornando um diferencial no currículo,  impulsionando no meu desenvolvimento pessoal e profissional”, conta.

Também doutoranda do PEP, Raíra Souza de Santana Castro, diz que as oportunidades que surgem por meio do programa são diferenciais. “Sabe-se que somente a graduação não é suficiente para atender as demandas que o mercado de trabalho necessita e solicita. O doutorado vai me abrir portas para o mercado de trabalho tanto na área acadêmica quanto na indústria. A possibilidade de realizar uma parceria em uma instituição fora do Brasil e com isso conseguir também a dupla titulação é algo fora da curva que faz com que saiamos da academia com um diferencial indispensável”, enfatiza.

“Sou muito grata e feliz pela oportunidade de participar de um programa de pós-graduação nota 6 tão reconhecido no país, formando profissionais capacitados para atuarem nas mais diversas áreas. Os professores são sempre solícitos e dispostos a nos auxiliar para que realizemos nossas pesquisas da melhor forma possível, além dos meus colegas que estão sempre juntos, motivando e incentivando o crescimento como um todo”, conclui a doutoranda.

 

Leia também: Da Iniciação Científica ao pós-doutoramento em Engenharia de Processos

Compartilhe: