V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Pesquisa analisa Facebook e a função social do docente na pandemia da Covid-19

A egressa Rebeca Prado, do curso de Enfermagem, foi aluna de Iniciação Científica e teve texto aprovado no Simpósio Internacional de Educação e Comunicação.

às 11h44
Compartilhe:

Desde o início da graduação, Rebeca Prado, egressa do curso de Enfermagem da Universidade Tiradentes (Unit), sempre esteve vinculada à área da pesquisa. O primeiro grupo que participou tinha como objetivo tratar sobre assuntos da educação em Enfermagem, para melhorar ainda mais o ensino. 

“Fui convidada pelo professor Márcio Coutinho para participar do grupo de pesquisa da coordenação de Enfermagem da Unit, que teve uma contribuição muito significativa na minha jornada acadêmica e, com isso, surgiu a vontade de pesquisar sobre educação”, comenta Rebeca Prado.

Atualmente, a egressa participa do grupo de pesquisa Educação e Sociedade: sujeitos e práticas educativas (Gepes), que tem como coordenadora Simone Amorim. “A iniciativa desperta a cada encontro meu interesse pela pesquisa. Participei de duas iniciações científicas (IC) no decorrer do curso e desenvolvi alguns artigos”, salienta. 

“A última IC de que participei tem o título O professor e a rede social Facebook: saberes docentes e ação pedagógica em evidência. Participei durante alguns meses da Iniciação mas, devido à conclusão do curso, não permaneci. Minha contribuição foi para desenvolver análises a partir das publicações que os professores postaram no Facebook. Foi uma experiência incrível, pois foi possível desenvolver o senso crítico para analisar de forma impessoal as postagens e o papel do professor na rede social”, acrescenta. 

Pesquisa

Com a experiência, a integrante do Gepes teve o texto aprovado para ser apresentado no Simpósio Internacional de Educação e Comunicação (Simeduc), sob o título Ensinar e influenciar: o Facebook e a função social do docente na pandemia da covid-19. “Este artigo teve como objetivo apresentar de que maneira é possível utilizar a rede social Facebook como extensão da sala de aula, para divulgar saberes voltados para a prevenção da saúde durante a pandemia do novo coronavírus. Assim, foram analisadas postagens de duas docentes”, explica Rebeca. 

“Foi possível observar que a prática docente vai além da sala de aula, principalmente vivendo um cenário de educação remota. As redes sociais foram e são um alicerce importante na divulgação de saberes. Após analisar as postagens, observou-se que os docentes cumprem sua função social ao influenciar de maneira positiva, demonstrando, inspirando e motivando práticas voltadas para a saúde preventiva de si mesmo e para os outros, pois, ao se proteger e preservar, acaba-se fazendo isso pelos outros também”, complementa. 

Rebeca destaca a importância da Unit durante este processo e em sua trajetória acadêmica e profissional. “A instituição proporcionou meu desenvolvimento acadêmico de maneira bem significativa. No âmbito da pesquisa, provocou a minha construção pessoal e profissional”, garante. 

“Por eu ter escolhido um curso assistencial, como o de Enfermagem, não sabia que poderia vinculá-lo à pesquisa, e vi que a base de uma boa assistência são práticas assertivas. Para isso, há necessidade de investigação e da ciência. A Enfermagem não se resume apenas à assistência, existem outros eixos que podem ser investigados, como a própria educação. Quando se tem uma boa educação, consequentemente temos uma boa assistência. Hoje, posso observar isso na prática, como enfermeira e pesquisadora”, assegura.

A egressa enfatiza, ainda, a estrutura da instituição de ensino. “O que a Unit me proporcionou durante esses cinco anos está fazendo total diferença na minha jornada. Então, descobri esse mundo que é a pesquisa e a Enfermagem dentro da graduação. Isso foi de suma importância e a Universidade Tiradentes foi essencial nessas descobertas”, finaliza.

 

Veja também:

“A IC traz muitas oportunidades para quem deseja ser pesquisador”, diz acadêmico

Compartilhe: