V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Produção e difusão da ciência na cibercultura foram debatidas no Enprodic

A segunda edição do Enprodic contou com importantes discussões a respeito da cibercultura e com o lançamento de sete livros acadêmicos

às 21h09
Obra foi produzida em ambiente de sala de aula
Obra foi produzida em ambiente de sala de aula
Coordenadora do curso de Enfermagem, professora Maria da Pureza, autora do livro ‘Educação em Enfermagem’
Professor doutor em Educação pela Unicamp Edvaldo Souza Couto foi ministrante da palestra ‘A produção e difusão de ciência na cibercultura’
Coordenadora do evento e da EdUnit, professora e pesquisadora Cristiane Porto, ao lado do palestrante da noite
Obra discute os caminhos da Educação no ciberespaço
Compartilhe:

Já se foi o tempo em que era complicado organizar um livro. Hoje em dia, os espaços de conhecimento são cada vez mais plurais e a produção de conteúdo acontece a todo instante. A 2ª edição do Encontro de Produção e Difusão Científica do Nordeste – Enprodic –, que encerrou suas atividades nesta quarta-feira, 11, promoveu o lançamento coletivo de sete livros pela Editora Universitária Tiradentes, da Universidade Tiradentes – Unit.

O livro ‘Conduta ética do estudante de Medicina’, por exemplo, é uma produção dos alunos da disciplina Habilidades de Comunicação, estruturado em sala de aula em pouco mais de um ano. Em seu  bojo de conteúdo é abordado o comportamento esperado diante de situações que acontecem entre colegas e pacientes. “A obra traz um norte no que diz respeito à ética, inclusive a médica”, afirma Débora Pimentel, professora responsável pela produção.

Para ela, é preciso fomentar espaços que disseminem a produção de conteúdo acadêmico. “É importante abrir as portas para isso, haja vista as dificuldades que muitos autores encontram para publicar seus trabalhos, e a Unit tem tido um papel fundamental na divulgação dos trabalhos produzidos cientificamente por seus alunos e professores”, aponta.

Enprodic

Já para a autora do livro ‘Educação em Enfermagem’, uma obra que nasceu a partir da experiência acumulada ao longo dos 15 anos do curso de Enfermagem da Unit, professora Maria da Pureza, eventos como o Enprodic acabam sendo fundamentais. “É algo indispensável para o aluno. Quanto à obra, considero um facilitador para os professores e preceptores, pois traz a nossa prática pedagógica, dia a dia, e instrumentos que a todo tempo estão sendo utilizados em sala de aula”, salienta.

Coautor do livro ‘Processos de extração e purificação de biomoléculas’, o professor e pesquisador Álvaro Silva Lima destaca a trajetória acadêmica que o livro aborda. “É uma produção da Engenharia voltada ao bioprocesso que trata desde a extração de biomoléculas até a sua purificação, abordando vários aspectos e tecnologias referentes a esse protocolo”, avalia.

O professor doutor em Educação pela Unicamp Edvaldo Souza Couto foi ministrante da palestra ‘A produção e difusão de ciência na cibercultura’, no último dia 10, durante o Enprodic. “Abordamos  algumas características da cibercultura e a partir disso  falamos  sobre todo um contexto de produção e difusão da ciência no Brasil, discutindo as problemáticas e buscando encontrar as soluções para ampliar esse processo de produção que hoje, devido aos cortes de financiamentos e à falta de incentivo, é realizado, em sua grande maioria, por professores mal remunerados que têm a missão de produzir e divulgar a ciência no país”, considera.

Compartilhe: