V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Professoras da Unit são nomeadas ao Comitê Nacional de Qualidade do Cofen

As professoras Maria da Pureza Ramos de Santa Rosa e Ingrid Almeida de Melo contribuirão com indicadores de qualidade do ensino da enfermagem

às 16h30
A professora do curso de enfermagem da Universidade Tiradentes (Unit), Maria da Pureza Ramos de Santa Rosa.
A professora do curso de enfermagem da Universidade Tiradentes (Unit), Maria da Pureza Ramos de Santa Rosa.
Compartilhe:

As professoras do curso de enfermagem da Universidade Tiradentes (Unit), Maria da Pureza Ramos de Santa Rosa, coordenadora da área, e Ingrid Almeida de Melo, também egressa do curso e coordenadora do Hospital Renascença, foram nomeadas pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) como membros do Comitê Nacional de Qualidade do referido conselho.

A indicação foi feita pelo Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe (Coren/SE), que acompanha o trabalho realizado por elas. “É uma honra poder contribuir com serviços e Instituições de Ensino Superior (IES) no processo de acreditação, promovido pelo Cofen, que busca conhecer, reconhecer e aprimorar a formação profissional e a qualidade dos serviços prestados pela Enfermagem”, afirmou Maria da Pureza.

Para ela, ser nomeada ao comitê é o reconhecimento pelas ações de fortalecimento ao ensino da enfermagem. “Acredito que a nomeação se deu em reconhecimento às lutas pela Educação em Enfermagem, pelo trabalho realizado durante os 17 anos na coordenação de curso de Enfermagem da Unit, nossos conceitos frente aos indicadores de qualidade junto às avaliações do Inep/MEC, Enade, Guia do Estudante, nossa passagem na presidência da ABEn Sergipe [Associação Brasileira de Enfermagem] e participação na Câmara Técnica de Educação e Pesquisa (CTEP /COFEN)… Enfim, nossas lutas  para entregar à sociedade profissionais com habilidade e competência para atuar na assistência à saúde da sociedade sergipana”, acrescentou.

Enquanto docente, Maria da Pureza considera que existe uma lacuna sensível entre a formação e o exercício profissional no qual a participação do comitê contribuirá. “Um diagnóstico leva a uma avaliação e ao planejamento estratégico para manter ou alcançar a melhor formação acadêmica. Essa discussão estará sempre na pauta, as reflexões serão inevitáveis”, ressaltou a professora.

Segundo a professora Ingrid, também nomeada ao comitê, o trabalho a ser realizado será de grande relevância para a sociedade. “Sinto-me muito honrada em compor esse time de excelência de grandes profissionais que buscam iniciativas de segurança ao paciente alinhadas às políticas de apoio do Conselho Federal de Enfermagem. Irá garantir para a sociedade um serviço de enfermagem seguro, livre de danos e de excelência”, disse.

“Como docente, a minha participação no comitê irá contribuir para os discentes em conhecimento em relação a modelos  de inovação da enfermagem, potencialidades do processo assistencial da enfermagem assim como  valorização do serviço de enfermagem; demonstra também o reconhecimento, visibilidade e credibilidade dos modelos assistenciais construídos pela enfermagem”, acrescentou.

Como membros do Comitê Nacional de Qualidade, as professoras juntamente com os demais nomeados pelo Brasil inteiro trabalharão com indicadores de qualidade, conhecendo, reconhecendo e estimulando as boas práticas na Educação em Enfermagem. Com isso, amplia-se a rede de apoio que zela pela melhoria na qualidade e na atenção à saúde da população.

 

Leia também: Professora da Unit é nomeada vice-diretora da ESA/OAB

Compartilhe: